Workshop da ANTT vai debater impacto de desastres naturais para rodovias

630

O impacto dos desastres naturais em obras de engenharia é o tema do Seminário Internacional “Riscos Ambientais em Rodovias: Cenário Atual e Desafios”, que será realizado nos dias 20 e 21 de setembro, na sede da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em Brasília.  Promovido pela ANTT, pelo Banco Mundial, pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento e pela Universidade de Brasília, o encontro reunirá especialistas que debaterão temas fundamentais para a criação de uma agenda pública voltada para a conscientização sobre o problema dos riscos ambientais e o planejamento de ações de mitigação. Os interessados devem fazer inscrição pelo e-mail cerimonial@antt.gov.br até o dia 18/9 (segunda-feira).

Segundo o diretor-geral da ANTT, Jorge Bastos, “o encontro vai proporcionar um debate essencial sobre os estudos e projetos de rodovias, que devem abranger a análise do problema climático e o planejamento para mitigar os impactos de desastres naturais na construção e na execução de obras viárias”.

“O seminário internacional tem por objetivo apresentar o panorama atual das soluções existentes na abordagem e tratamento de risco associado a sistemas viários, bem como discutir novas alternativas metodológicas para o problema”, acrescenta Márcio Muniz de Farias, professor da Universidade de Brasília (Unb) e membro da Comissão Organizadora do evento.

Somente no Brasil, os desastres naturais provocaram danos e prejuízos de mais de R$ 8,5 milhões entre 1995 e 2014, segundo estudo lançado em 2016 pelo Banco Mundial.  Para os eventos hidrológicos, os valores superam R$ 72 bilhões.

“Com o aumento do número de fenômenos naturais e as enormes perdas humanas e econômicas provocadas, o Brasil ainda é muito enfocado na resposta emergencial a desastres naturais, porém, carece de uma política pública abrangente para monitoramento e prevenção a riscos de desastres”, afirma Doina Petrescu, coordenadora-geral de Operações do Banco Mundial.

Leia mais aqui.