Servidores da ATR participam de workshop sobre implantação do Sistema de Gestão Documental

538

Foi realizado na manhã do dia 07 de fevereiro, no auditório da Agência Tocantinense de Regulação (ATR), um workshop sobre projeto de implantação do Processo Administrativo Eletrônico, no Estado do Tocantins (PAE), através do Sistema de Gestão Documental – SGD.

Durante o encontro, servidores da ATR tiveram a oportunidade de esclarecer e tirar dúvidas sobre as regras do PAE e o uso do Sistema de Gestão de Documentos (SGD), software que foi adquirido pelo Governo para facilitar a produção e tramitação de documentos e processos, regulamentados por meio do decreto nº 5.490, de 22 de agosto de 2016, que dispõe sobre o Processo Administrativo Eletrônico no âmbito da Administração Direta e Indireta do Poder Executivo Estadual, bem como institui o uso do SGD e regulamenta as Comissões Técnicas Internas e o Comitê Gestor do PAE.

Para o analista de tecnologia da informação da ICOM tecnologia, empresa que desenvolveu o SGD, André Muniz, o workshop teve como objetivo tirar dúvidas pontuais sobre a utilização do sistema e preparar os servidores da ATR com o processo eletrônico. “Uma oportunidade, também, de compartilhar sugestões e vivências de outras implantações”, disse.

De acordo com o presidente da ATR, Jota Patrocínio, o governo do Estado inova e avança em tecnologia com implantação do PAE e a ATR, com esse suporte digital, promoverá mais agilidade na execução de seus serviços. “A implantação do PAE, que é um projeto de governo, e abrange a ATR como os demais órgãos do Estado promoverá mais eficiência em redução de custos, rapidez processual e segurança da informação”, destacou o presidente.

A Secretaria do Planejamento e Orçamento (Seplan), por meio da equipe da Superintendência de Tecnologia da Informação (STI), é a responsável pelo gerenciamento do projeto de implantação do Processo Administrativo Eletrônico,  no Estado do Tocantins (PAE).

Projeto PAE
O objetivo do PAE é modernizar, dar segurança e maior transparência no serviço público, além de trazer economia, agilidade e eficiência para a gestão estadual.

O projeto traz a transição entre o papel e o digital, e por meio do sistema é possível criar e tramitar documentos digitais com assinatura eletrônica, dispensando o uso do papel.

Em fase de execução o projeto piloto tem como principal desafio a mudança de cultura de utilização do papel, naturalmente construída ao longo do tempo.

Para a implementação do PAE está sendo utilizado como ferramenta o Sistema de Gestão Documental – SGD, solução adquirida e implantada no Estado do Tocantins em 2012. O fato de ser uma ferramenta já utilizada pelos servidores públicos facilita de maneira considerável a implantação do PAE.

 

Foram treinados 1100 servidores multiplicadores nesta nova versão do sistema. Em cada órgão do poder executivo, foi criada uma Comissão Técnica Interna para apoio à implantação e adoção do PAE. Também foi criado o Comitê Gestor do PAE, responsável por dirimir as dúvidas das comissões e definir normativas inerentes ao processo eletrônico.