Servidores da Aresc recebem Menção Honrosa em projeto do RegWAS LAC

94

Os servidores da Aresc (Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina) Ana Paula Lopes e Rafael Johner receberan Menção Honrosa por um trabalho de conclusão de Mestrado no âmbito do programa RegWAS LAC. O programa visa melhorar as políticas públicas e a regulação dos serviços de água e saneamento na América Latina e no Caribe. É promovido pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), pelo Centro Internacional da Água de Lisboa e Associação de Entidades Reguladoras de Água Potável e Saneamento das Américas, com apoio do Governo de Portugal.

A dissertação de mestrado “Análise comparativa dos sistemas avaliação de desempenho de qualidade serviços de água e esgoto, com ênfase no monitoramento do operador privado” foi considerada o 2º melhor projeto dentre os 20 apresentados por reguladores do Brasil e América Latina.

Servidores da Diretoria de Saneamento da Aresc, Ana e Rafael produziram o projeto regulatório de conclusão de curso em conjunto com um integrante da Ares-PCJ, dois de um órgão regulador do Chile e outro de Portugal. Como prêmio, os servidores ganharam, cada um, uma passagem aérea para Portugal, a fim de conhecer os sistemas de saneamento daquele país.

“Foram nove meses de curso, com 16 módulos, 100 horas de formação e 16 sessões  de debates diversos. Foi um ganho profissional alto, pois tivemos a oportunidade de conhecer outros modos regulatórios aplicados na América Latina, por meio desse intercâmbio de experiências com especialistas de outros países. É um aprendizado que iremos trazer para as tarefas regulatórias da Aresc”, afirma Ana Lopes.

O programa avançado de formação e treinamento para reguladores da RegWAS LAC já beneficiou 42 entes reguladores de 20 países e mais de 300 profissionais. Do Brasil, participaram servidores das agências da Aris e Agir, de Santa Catarina; Arsesp e Ares-PCJ, de São Paulo; e Adasa, do Distrito Federal.

“Esse prêmio demonstra o alto grau de qualificação dos funcionários da nossa Aresc e a qualidade do serviço regulatório prestado pela Agência”, afirma o presidente da Aresc, João Carlos Grando.