Regulatory Delivery em português abre 2ª edição com público recorde

120

Começou na sexta-feira (9), com público recorde de 123 inscritos, a segunda edição do curso Regulatory Delivery em português. A iniciativa é fruto de parceria entre a ABAR (Associação Brasileira de Agências de Regulação) e a Florence School of Regulation (FSR), do European University Institute (EUI). Este ano as vagas foram ampliadas para 120, número 20% superior aos 100 alunos da primeira edição, realizada em 2021. Mesmo assim, foi necessário abrir vagas extras para acomodar todos os interessados.

Do total de inscritos, 98 são originários de algumas das 67 agências reguladoras associadas à ABAR. Outros 25 representam instituições públicas e privadas, entre elas agências não associadas, órgãos da administração federal, escritórios de consultoria, companhias estatais e empresas privadas que atuam em diferentes setores da infraestrutura nacional.

“Estamos muito satisfeitos em poder oferecer mais esta edição do Regulatory Delivery”, disse o presidente da ABAR, Vinícius Benevides, na abertura do curso, realizada na sexta-feira pelos diretores do curso, Jorge Vasconcelos e Lucila de Almeida. “Este é um dos mais importantes treinamentos oferecidos atualmente na área de regulação. Combina teoria e prática sobre a entrega regulatória, sob diferentes perspectivas, para fornecer uma base teórica bastante abrangente”, completou.

O curso é ministrado integralmente online, na plataforma de ensino da FSR, e divide-se em módulos semanais que se estendem até 28 de outubro. É composto de aulas semanais ao vivo, ministradas por Jorge Vasconcelos e Lucila de Almeida, e de videoaulas gravadas por um elenco de especialistas.

Saiba tudo sobre o Regulatory Delivery