Publicadas as nomeações dos novos diretores da Aneel e da ANP

101
A diretoria colegiada da Aneel terá este ano cinco novos integrantes / Foto: Aneel

Cinco diretores da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) e quatro da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) tiveram suas nomeações publicadas no Diário Oficial da União (DOU) na segunda-feira (18). Os nomes haviam sido indicados pelo Governo Federal e aprovados pelo Plenário do Senado no início de abril.

Sandoval Feitosa será o novo diretor-geral da Aneel, com mandato a partir de 14 de agosto de 2022 até 13 de agosto de 2027, na vaga decorrente do término do mandato de André Pepitone. Atual diretor e servidor de carreira, Feitosa está desde 2005 na agência, onde foi Superintendente de Regulação dos Serviços de Transmissão e Superintendente de Fiscalização dos Serviços de Eletricidade. Feitosa integrou a diretoria da ABAR de 2018 a 2020.

A recondução de Hélvio Guerra como diretor inicia em 25 de maio de 2022, com mandato até 24 de maio de 2024. Entre 2019 e 2020, Guerra foi Secretário Adjunto da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Energético do Ministério de Minas e Energia (MME). É diretor da Aneel desde novembro de 2020, sendo essa a sua segunda passagem pela agência, da qual foi superintendente entre março de 2001 e março de 2019.

Ricardo Tili iniciará na Aneel em 25 de maio deste ano, no cargo de diretor, com mandato até 24 de maio de 2025. Tili foi Diretor de Regulação e Comercialização da Eletronorte (Centrais Elétricas do Norte do Brasil), Gerente de Mercado e Contratação de Energia da Eletrobrás Distribuição Rondônia e Gestor do Plano de Recuperação de Créditos do Fundo Setorial (CCC) para empresas de distribuição do grupo Eletrobrás.

A partir de 14 de agosto de 2022, Fernando Luiz Mosna também integrará a diretoria colegiada da Aneel, com mandato até 13 de agosto de 2026. Mosna foi Procurador Federal da Advocacia-Geral da União entre 2012 e 2019. Atuou também no Senado Federal, como advogado na Petrobras e na Cedae e como Técnico Judiciário no TER-RJ.

Agnes Maria de Aragão da Costa assume como diretora da Aneel em 3 de dezembro de 2022 e seu mandato segue até 2 de dezembro de 2028. Agnes atua há 17 anos no Ministério de Minas e Energia, onde é Chefe da Assessoria Especial em Assuntos Regulatórios. Foi membro do Conselho de Administração da CEAL, da Cepisa e da Norte Energia, e integrou o Conselho Fiscal da Eletrobras.

Na ANP, foram quatro os nomeados para assumir assentos na Diretoria Colegiada da agência: Symone Araújo, Daniel Maia Vieira, Fernando Moura e Cláudio Jorge de Souza. Eles entrarão em exercício após assinarem o termo de posse. Os Diretores Symone Araújo e Cláudio Jorge de Souza assinaram o termo nesta terça-feira (19).

Symone Araújo foi reconduzida ao cargo de diretora e ocupará Diretoria 1, com mandato até 27 de março de 2027. Daniel Maia Vieira foi nomeado na vaga decorrente do término do mandato de José Cesário Cecchi, com mandato até 10 de outubro de 2026, e ocupará a Diretoria 2. Fernando Moura foi nomeado na vaga antes ocupada por Dirceu Amorelli, com mandato até 9 de novembro de 2026, e ocupará a Diretoria 3. Já Cláudio Jorge Souza será responsável pela Diretoria 4, com mandato até 21 de dezembro de 2023, na vaga decorrente do fim do mandato de Felipe Kury.

Além dos quatro diretores nomeados, a Diretoria Colegiada da ANP conta com um Diretor-Geral, Rodolfo Saboia, que iniciou seu mandato de quatro anos em 23 de dezembro de 2020.

Confira as nomeações na Aneel

Confira as nomeações na ANP

Com informações das Assessorias de Imprensa da Aneel e da ANP