Indonésia apresenta à ABAR sua candidatura a sediar Fórum Mundial da Água

65

O Diretor de Relações Institucionais e VP Centro-Oeste da ABAR (Associação Brasileira de Agências de Regulação), Vinícius Benevides, recebeu na última sexta-feira (4), na sede da entidade, em Brasília, a ministra-conselheira da Embaixada da Indonésia em Brasília, Makhya Suminar, e o assessor de Assuntos Políticos, Albert Leopold Pondaag, que apresentaram a proposta do país para sediar o 10º Fórum Mundial da Água, em 2024. A ABAR integra o Board de Governadores do Conselho Mundial da Água (WWC).

A escolha entre Indonésia e Itália, que também é candidata a sediar o Fórum, está prevista para o 9º Fórum Mundial, a ser realizado em março deste ano, em Dakar, no Senegal. O evento, programado para o ano passado, foi adiado para 2022 em função da pandemia de Covid 19.

“É praxe entre os países candidatos procurar as instituições que integram o Board do Conselho para mostrar sua capacidade de realizar o evento”, explica Vinícius Benevides, que também recebeu a ministra da indonésia em sua agência de origem, a Adasa (DF). Juntamente com a ABAR, Adasa e Sabesp são as três instituições brasileiras que têm assento no Board, com direito a voto. O diretor informa que em breve receberá, na ABAR, a visita dos representantes da Itália.

A decisão sobre a sede do Fórum é tomada com base em critérios técnicos e também de geopolítica, explica Benevides. “Uma comitiva do WWC visita os países candidatos e elabora um relatório que é a base da escolha”, esclarece. “Naturalmente os votantes levam em conta também aspectos políticos e de relações entre os países”, completa, explicando que o voto é secreto e a ABAR não antecipará sua preferência.