Governança dos investimentos é pauta de reunião entre ARCE e Banco Mundial

535

Gestores da Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce) reuniram-se, na tarde de hoje, dia cinco, com o economista Cláudio Frischtak, consultor do Banco Mundial, e o presidente do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), Flávio Ataliba. O foco do encontro foi a discussão de alguns projetos governamentais que podem resultar na expansão dos investimentos consistentes com o interesse público.

O representante do Banco Mundial ressalta a intenção da instituição em apoiar o Estado do Ceará na governança dos investimentos, de acordo com as melhores práticas globais. “Como inovação, na medida em que as iniciativas estejam sendo consolidadas, pode-se, inclusive, criar e distribuir um selo de boa governança”, adianta Frischtak. Segundo ele, a ação será um diferencial para o Estado.

Na mesma linha, o presidente da Arce, Hélio Winston Leitão, afirma: aquilo que for de interesse do Estado e que represente avanço para a população, a Agência se fará presente. Reportando-se especialmente ao economista Cláudio Frischtak, Hélio ressalta que a Arce, hoje, envida todos os esforços para que a população tome conhecimento dos fazeres do Ente Regulador. Para ele, é condição sine qua non para se continuar crescendo. “Necessidade de avançar é o objetivo da Agência. O futuro chegou e estamos preparados”, destaca Winston.

O conselheiro Fernando Franco, também presidente da Associação Brasileira de Agências de Regulação (Abar), levantou pontos sobre como a Arce pode contribuir para este projeto e tornar-se cada vez mais colaborativa. Na reunião, também estiveram presentes e contribuíram com novas ideias os conselheiros Jardson Cruz e João Gabriel Rocha, além do diretor executivo, Rinaldo Cavalcante, e a assessora Tatiana Cirla.