Diretor-geral da Antaq faz apresentação sobre o setor portuário na Noruega

135

O diretor-geral da ANTAQ, Eduardo Nery, participou, na terça e quarta-feiras desta semana, da Conferência de Liderança Oceânica Nor-Shipping, em Lillestrøm e em Oslo, na Noruega. Em suas palestras, Nery falou sobre a carteira de investimentos do setor portuário; a visão da Agência acerca da sustentabilidade e da adequação dos portos brasileiros às novas tendências do setor.

Na palestra de terça-feira, o diretor-geral listou alguns números do setor portuário brasileiro, que dispõe de 203 terminais privados, 36 portos públicos, 44 estações de transbordo de carga e quatro instalações portuárias de turismo. Detalhou, também, a movimentação portuária de 2021, que alcançou 1,210 bilhão de toneladas, crescimento de 4,8% em relação a 2020.

Nery listou, ainda, os leilões que a Agência realizou em 2021 e 2022, entre eles os arrendamentos de áreas nos portos de Itaqui (MA) e Santos (SP). Enalteceu o leilão da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), organizado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), um marco histórico para o setor.

Nesta quarta-feira (6), o diretor-geral abordou o papel da ANTAQ como autarquia reguladora, além de ter tratado sobre as perspectivas da indústria marítima e o potencial cooperação e troca de experiências com a Noruega.

Em sua palestra, o diretor-geral da Agência lembrou que o Porto de Santos também será licitado ainda em 2022, o que gerará investimentos de US$ 3,6 bilhões. “Os portos de Itajaí, em Santa Catarina, e de São Sebastião, em São Paulo, também serão leiloados. Os investimentos somados alcançam US$ 564,6 milhões.”