Diretor da AGR-Tubarão, Michel Szymanski, dá entrevista sobre X Congresso ABAR

952

Essa semana a ABAR entrevistou o Sr. Michel Szymanski, Diretor da Agência Reguladora de Saneamento de Tubarão/SC (AGR), uma das anfitriãs do X Congresso Brasileiro de Regulação, que acontecerá em Florianópolis/SC.


ABAR: Diretor, agradecemos pela disponibilidade em falar conosco. Como a AGR se posiciona no atual cenário regulatório do nosso país?

Michel: A AGR-Tubarão foi criada em 2008, pela Lei Complementar n. 020/2008, com a finalidade de regulação, controle e fiscalização dos serviços públicos municipais de saneamento básico. Desde então, assim como muitas outras agências, a AGR-Tubarão enfrentou dificuldades, principalmente no âmbito político, orçamentário e de recursos humanos. Atualmente, após quase 10 anos de atuação, a agência conseguiu consolidar a imagem de um órgão eficiente, transparente, com capacidade técnica e de fundamental importância perante a população e a administração pública.

ABAR: Santa Catarina possui 4 agências reguladoras associadas à ABAR, que são as anfitriãs do X Congresso ABAR. Para a AGR, o que representa essa edição ocorrer em seu estado?

Michel: A realização do evento no nosso estado, além de facilitar a participação do maior número de servidores das nossas agências de regulação, proporciona maior divulgação da importância do tema da regulação dos serviços públicos delegados para o público catarinense. Com certeza será uma ótima oportunidade para a divulgação da atividade regulatória como fator de desenvolvimento social e econômico de nosso país.

ABAR: Na sua opinião, além dos servidores de agências de regulação, quem deve participar do X Congresso ABAR?

Michel: Além dos servidores de agências de regulação, devem participar gestores públicos, representantes do judiciário e representantes de organizações ligadas aos serviços regulados.


Michel Szymanski é advogado e especialista em planejamento urbano e projetos de engenharia. Atual superintendente geral da AGR-Tubarão, é uma das presenças confirmadas no X Congresso Brasileiro de Regulação.