Definidas as curvas de referência dos reservatórios para 2020

24

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) publicou nesta quarta-feira (15/7) Resolução nº 13 que estabelece as curvas de referência para o acompanhamento do volume útil dos reservatórios do Descoberto e do Santa Maria, no período de junho a dezembro de 2020. O estudo serve de parâmetro para o monitoramento e manutenção da segurança hídrica no DF.

No ano passado, o volume útil dos reservatórios manteve-se acima dos respectivos valores de referência estipulados.

Para este ano, a meta para o  reservatório do Descoberto, é de volume útil de 92%, no fim de julho; 83% no período crítico de estiagem, em agosto, 57% no fim de novembro, quando começa o período chuvoso e 62% no final do ano. O estudo levou em consideração o reforço no abastecimento do sistema, a ampliação da Estação de Tratamento da Água do Gama e a transferência de até 0,5m³/s do Sistema Santa Maria/Torto para o Descoberto.

Para o Santa Maria, as metas são de 94% no final de julho, 90% no fim de agosto, 78% em outubro e novembro e 82% em dezembro.

De acordo com a resolução, a Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb) deverá operar os sistemas de modo a atender os limites estipulados nas outorgas de direito de uso de recursos hídricos.

Caso os volumes fiquem abaixo do previsto, a Adasa poderá adotar medidas para a manutenção dos valores referenciados.

 Assessoria de Comunicação e Imprensa (ACI)
Gabriela Vale – 99354 4242
Rosana Liberado – 99961 0807
Marcela Palma – 98132 6553
Brenda de Freitas – 98162 8400
aci@adasa.df.gov.br