Confirmada lista de substituição da Diretoria Colegiada da Aneel

58

Decreto publicado nesta segunda-feira (16) designa os superintendentes que irão compor a lista tríplice para substituição da diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Camila Bomfim, Giácomo Bassi e Alessandro Cantarino assumirão os cargos em decorrência de vacância na Diretoria Colegiada da Agência, atendendo determinação da Lei Geral das Agências.

Bacharel em Ciências Econômicas e Mestre em Regulação pela Universidade de Brasília (UnB), Camila Bomfim foi vencedora da Premiação de Artigos da Conferência “Brazil Energy Frontiers 2013”, promovida pelo Instituto Acende Brasil, com o tema “Tributos e encargos sobre a eletricidade: eficiência econômica e social”. Bomfim trabalhou na Superintendência de Planejamento Econômico e Financeiro da Eletronorte e, desde 2005, integra o quadro efetivo da ANEEL como especialista em regulação de serviços públicos de energia elétrica, tendo atuado na Superintendência de Gestão Tarifária de 2005 a 2018. Entre dezembro de 2018 e maio de 2020 ocupou o cargo de assessora da Diretoria da ANEEL, quando assumiu a Superintendência de Fiscalização Econômica e Financeira da Agência.

Giácomo Bassi tem graduação em Engenharia Elétrica pela UnB, pós-graduação (MBA) em Estratégia Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas e Mestrado em Engenharia Elétrica pela UnB. Na ANEEL, já atuou na Superintendência de Fiscalização dos Serviços de Eletricidade (SFE)e na Superintendência de Regulação dos Serviços de Transmissão (SRT). Em fevereiro de 2017, Giácomo assumiu o cargo de superintendente adjunto da SFE e, em junho de 2018, como superintendente da unidade.

Engenheiro Civil pela UnB, Alessandro Cantarino iniciou suas contribuições à ANEEL em junho de 2002, como estagiário. Em abril de 2003, como engenheiro comissionado, Cantarino continuou desenvolvendo suas atividades na Superintendência de Gestão e Estudos Hidroenergéticos (SGH). Nomeado especialista em regulação, em maio de 2005, atuou na Superintendência de Fiscalização dos Serviços de Geração (SFG) como coordenador da expansão da oferta de energia referente às Pequenos Centrais Hidrelétricas (PCHs) no período de junho de 2007 a setembro de 2008, quando foi convidado a ocupar o cargo de assessor da unidade. Em janeiro de 2012 tornou-se superintendente da SFG e, desde novembro de 2018, atuou como assessor da diretoria. Em 1º de junho, Cantarino passou a ser o Superintendente de Regulação dos Serviços de Geração (SRG).