Com Poços de Caldas, Arisb-MG ultrapassa marca de 2 milhões de atendidos

29

Poços de Caldas, a cidade das águas minerais, distante cerca de 470 km de Belo Horizonte, acaba de se tornar o 29º município a contar com as atividades de regulação e fiscalização desenvolvidas pela Arisb-MG (Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento Básico de Minas Gerais).

O município da região Sul/Sudoeste mineira, que também se destaca pela produção de doces artesanais e objetos decorativos em vidro fundido, semelhantes às peças produzidas na cidade italiana de Murano, tem população estimada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), para o ano de 2021, em 169.838 habitantes. Com a chegada de Poços de Caldas, a ARISB-MG, a caminho de oito anos de criação, ultrapassa, oficialmente, a marca de 2 milhões de mineiras e mineiros atendidos.

Com intensa vocação cultural, em 2006, Poços de Caldas foi tema do samba-enredo da Escola de Samba Beija-flor, além disso, as novelas Rosa dos Ventos, de 1973, Livre para Voar, de 1984, Alto Astral, de 2014, produzidas pela Rede Globo de Televisão, foram gravadas naquela cidade. Há também eventos culturais de destaque nacional: a Sinfonia das Águas, Festa UAI, Feira Nacional do Livro, Flipoços, Julho Fest, Festival Música nas Montanhas, Jazz & Blues Festival e Enaf.

Poços de Caldas abriga a indústria da cadeia de bauxita, Alcoa e suas controladas, Alcoa Alumínios S.A e Alcoa Cabos e Condutores. Há, também uma unidade da Fertilizantes Mitsui, bem como da Rhodia Sther, de fibras químicas para têxteis. Além dessas, a Danone possui uma planta de fabricação de iogurtes e, no seguimento de lácteos, há a prata da casa, Laticínios de Poços de Caldas. O parque industrial poços-caldense conta ainda com as indústrias Lorenzetti S/A, Ferrero do Brasil, Companhia Brasileira de Alumínio – CBA -, Mineração Curimbaba, Togni S/A Materiais Refratários, entre outras.