Capitã Lucimara, de Valinhos, é primeira mulher a presidir ARES-PCJ

21

A Prefeita de Valinhos, Capitã Lucimara Godoy, foi eleita como presidente da ARES-PCJ para a gestão 2021-2022. Com a eleição, cuja posse ocorrerá no dia 1º de abril de 2021, a Capitã Lucimara Godoy passa a ser a primeira mulher a presidir a Agência Reguladora. A eleição acontece num momento relevante da história da ARES-PCJ, que completará 10 anos de existência no próximo dia 6 de maio de 2021. Também foram eleitos como 1º vice-presidente, Francisco Sardelli, prefeito de Americana; e como 2º vice-presidente, Dario Pacheco de Morais, chefe do executivo de Vinhedo e atual presidente da ARES-PCJ.

A eleição para os membros da nova presidência aconteceu durante a 20ª Assembleia Geral Ordinária realizada virtualmente no dia 18 de março. A Assembleia contou com a participação de prefeitos e representantes dos municípios associados. O evento foi conduzido pelo atual presidente da Agência Reguladora PCJ, Dario Pacheco de Morais, e pelo diretor geral da instituição, Dalto Favero Brochi. A Assembleia, que aprovou por unanimidade as contas do Exercício de 2020 da ARES-PCJ, foi realizada de forma virtual como medida de prevenção à Covid 19.

“Gostaria de agradecer e parabenizar a ARES-PCJ por todo o trabalho e dedicação durante sua primeira década de existência. Estamos num momento bastante difícil por conta da pandemia, mas que irá passar. Gostaria de dizer que vocês podem contar comigo, com toda a dedicação e empenho nesse trabalho para fazer a instituição ARES-PCJ ainda melhor do que ela já é”, afirmou a nova presidente, Capitã Lucimara Godoy.

A Assembleia marcou a abertura do ano comemorativo aos 10 anos de existência da ARES-PCJ. A instituição é constituída na forma de Consórcio Público, sendo referência na regulação e fiscalização dos serviços públicos de saneamento básico, tendo 59 municípios associados. O marco temporal de criação da ARES-PCJ corresponde à Assembleia Geral de Instalação realizada no dia 06 de maio de 2011, em Americana (SP).

“O sentimento é de muita honra e orgulho por estar à frente da Agência Reguladora, como presidente, durante esse momento de tamanha importância”, frisou o prefeito de Vinhedo, Dario Pacheco de Morais. Ao seu lado durante o evento, o diretor geral, Dalto Favero Brochi, agradeceu a equipe de colaboradores e parceiros e afirmou que “ao longo de sua história, a ARES-PCJ ganhou respeito e se tornou referência e modelo para o Brasil”.

Como parte do início do ano comemorativo foi lançada a nova logomarca da ARES-PCJ, mais moderna e atual. O trabalho foi apresentado pelo diretor administrativo e financeiro, Carlos Roberto de Oliveira e pelo coordenador da Secretaria Geral, Paulo Oliveira Matos Junior, membro da comissão de servidores responsável pelas atividades e produtos referentes aos 10 anos da instituição. Além da logomarca, serão lançados ao longo de 2021 um novo site e uma revista institucional, ambos destacando informações relevantes dos municípios associados. Com a restrição de atividades presenciais por conta da pandemia de Covid 19, há também a proposta de realização de evento virtual.

LOGOMARCA

O trabalho de modernização da logomarca da ARES-PCJ incluiu o desenvolvimento de um novo formato de identidade visual, mantendo, porém, a essência da marca característica da instituição ao longo dos seus 10 anos de existência.

Com a modernização, a logomarca traz tendências de design mais atual e melhor representatividade sobre a abrangência da ARES-PCJ, que expandiu sua atuação para municípios situados além das bacias do PCJ (Piracicaba, Capivari e Jundiaí). As bacias do PCJ foram o marco de atuação inicial da ARES-PCJ, mas, atualmente, não se constituem fator limitante para adesão de outros municípios de outras regiões hidrográficas.

Sem deixar de lado a sigla PCJ, a nova logomarca transmite a ideia de uma Agência Reguladora mais representativa e abrangente. Para isso, foram adotados elementos de design 3D. Houve o arredondamento da forma quadrada presente na antiga logomarca, transmitindo uma nova percepção da marca – uma instituição moderna, amigável e mais próxima. A fonte foi substituída, incluindo também um novo formato de escrita e cor, transmitindo ideia de seriedade e responsabilidade.

OUTROS TEMAS

Durante a Assembleia Ordinária foram apresentados os demonstrativos contábeis financeiros da ARES-PCJ referente ao exercício de 2020. A apresentação, que incluiu o parecer favorável de auditoria independente, foi realizada pelo coordenador de contabilidade regulatória, Lucas Cândido dos Santos. Após a exposição, a Assembleia aprovou por unanimidade as contas do Exercício de 2020. Também foi aprovado o Relatório de Gestão, referente às atividades e ações que a ARES-PCJ desenvolveu em 2020.

Houve ainda a recondução, também por unanimidade, de Carlos Roberto Belani Gravina como diretor técnico operacional para o mandato de 1º de julho de 2021 a 30 de junho de 2023. Também foram apresentadas e aprovadas a Ata da 19ª Assembleia Geral Ordinária. O diretor técnico operacional Carlos Gravina falou sobre a gestão dos Resíduos Sólidos Urbanos e as alterações trazidas pela Lei 14.026/2020.

Outro tema destacado na Assembleia foi a Agenda Regulatória de 2021, apresentada pelo coordenador de regulação, Daniel Manzi. Disponível no site da ARES-PCJ, o objetivo do documento é dar mais transparência e planejamento às ações da Agência Reguladora PCJ.