Campanha recolhe 20 toneladas de lixo em rodovias de SP

43

Mais de 20 toneladas de lixo foram recolhidas das rodovias concedidas paulistas em um único dia durante um mutirão da limpeza como parte da Campanha de combate à proliferação do mosquito transmissor da dengue, realizada entre 3 e 7 de março, segundo balanço da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e das 20 concessionárias de rodovias paulistas.

Na quarta-feira, 3 de março, Dia D do Mutirão da Limpeza, dezenas de trabalhadores das equipes de conservação das 20 concessionárias arregaçaram as mangas e foram simultaneamente para as estradas recolher resíduos descartados de forma incorreta pelos usuários das rodovias e por moradores que vivem próximos às vias.  Essa é uma prática que está na rotina desses profissionais, mas o mutirão da limpeza é uma forma simbólica de conscientizar as pessoas para o descarte correto do lixo.

Além de recolher o lixo das rodovias, a Campanha de Combate à Dengue também contou com ações de conscientização aos usuários das rodovias e reforço de frases educativas nos 388 painéis de mensagens variáveis que estão espalhados nos 11,2 quilômetros de malha concedida.

Entre os resíduos recolhidos, as equipes das concessionárias encontraram desde garrafas plásticas e latas de bebidas, embalagens de alimentos, roupas, além de entulhos e móveis descartados às margens das estradas. A conscientização dos usuários para o descarte correto do lixo é uma das metas de combate à dengue.  Dados da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo mostram que, somente neste ano, foram registrados 3.828 casos confirmados de dengue até 13 de fevereiro.

Além de sujar as vias e favorecer a formação de criadouros das larvas do mosquito da dengue, os resíduos jogados indiscriminadamente nas vias e nos acostamentos das rodovias causam impactos negativos ao meio ambiente e trazem riscos à segurança dos próprios motoristas com a ocorrência de acidentes, dependendo do tipo de material jogado.

A Artesp e as concessionárias de rodovias firmaram parceria com o instituto Limpa Brasil para apoiar o mapeamento nacional dos pontos viciados de descarte irregular de lixo.  A partir do mapeamento na malha concedida paulista, as concessionárias vão promover a limpeza, manutenção e fiscalização das áreas sob seu domínio. Outros pontos mapeados fora da área de atuação das concessionárias, mas que ficam nos acessos às cidades e às comunidades lindeiras, serão foco de campanhas de conscientização para evitar o descarte incorreto do lixo.

De acordo com o instituto Limpa Brasil, há vários pontos viciados de lixo pelas cidades brasileiras, que são locais de descarte irregular, como entulho (restos de construção) e móveis velhos, causando graves impactos ao meio ambiente e à sociedade.  Para ajudar no mapeamento, basta acessar o aplicativo Qzela, criar uma ocorrência na categoria #EuCuidodoMeuQuadrado > Descarte Irregular de Lixo, tirar fotos ou gravar um vídeo do ponto viciado e indicar o local no mapa. Mais informações podem ser obtidas no site www.limpabrasil.org/eucuidodomeuquadrado/pontosviciados.