Camilla Ferraz assume presidência da Arsal, 100% comandada por mulheres

21

A Arsal (Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas) é a segunda agência reguladora brasileira a ter uma diretoria 100% feminina. Com a publicação, na edição da segunda-feira (6/7) do Diário Oficial do Estado (DOE), da nomeação de Camilla Ferraz para presidir a agência, a diretoria passa a ser composta por três mulheres.

Formada em Comunicação Social e pós-graduada em Gestão pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), Camilla Ferraz integrou, nos últimos três anos, a diretoria executiva da agência reguladora, sendo, agora, alçada ao posto máximo da autarquia. O mandato tem duração de três anos e a nova diretoria será composta pela nova presidente e pelas diretoras Eulalia Moraes e Patrícia Medeiros.

A indicação de Ferraz havia sido aprovada por unanimidade pelo plenário da Assembleia Legislativa de Alagoas e seguiu para sanção do governador Renan Filho (MDB). Após ser oficializada na presidência, Camilla fez questão de destacar a atuação dos colaboradores da agência reguladora do Estado. “O corpo técnico é o coração e a alma da agência, nosso trabalho se reflete diretamente na qualidade dos serviços oferecidos à sociedade e exige de todos nós competência e dedicação. Nosso principal objetivo à frente da presidência é o fortalecimento da Arsal”, defendeu.

A primeira agência a ser exclusivamente comandada por mulheres foi a ARSP (Agência de Regulação de Serviços Públicos do Espírito Santo), em julho deste ano. Saiba mais aqui sobre a presença das mulheres em postos de comando na regulação brasileira e ouça o RegulaCast especial sobre o tema.

A Arsal completa 20 anos no próximo dia 20 de setembro e tem atuado nas áreas do transporte intermunicipal de passageiros, nas categorias complementar e convencional, saneamento básico, energia elétrica e gás canalizado.