ATR – Agência fecha 2012 com Melhorias dos Sistemas de Água e Esgotamento Sanitário dos Municípios

364

O ano de 2012 foi bastante produtivo para a Agência Tocantinense de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos – ATR no que se refere à promoção da melhoria dos sistemas de saneamento básico. Graças à atuação da Agência, diversos municípios do Estado estão tendo seus sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitários ampliados e modernizados para atender a demanda, contribuindo com as condições de saúde da população.

É o caso do município de Palmas onde está sendo construída a nova ETE Vila União- Estação de Tratamento de Esgoto da Vila União. A Saneatins, concessionária do setor, está investindo na obra, juntamente com a ampliação da rede coletora, R$ 27 milhões de reais. O serviço atende a uma determinação da ATR que em 2011 constatou que a estação em funcionamento não possui capacidade e condições ideais para realizar a coleta e tratamento de esgoto.

A ATR mantém convênio com 52 municípios tocantinenses para a regulação e fiscalização dos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário. Durante o decorrer deste ano, a Coordenação de Saneamento do órgão efetuou 111 fiscalizações nos sistemas, resultando na emissão de 538 termos de notificações que apontaram irregularidades e determinaram prazos para as suas correções.

Em Araguaína, o trabalho de regulação e fiscalização da ATR determinou a implantação de um sistema de remoção de manganês, pioneiro na região Norte, utilizado para retirar o manganês da água consumida pela população. Também foi decisivo para a implantação de vários sistemas de adição de flúor na água, que não existiam na cidade.

O presidente da ATR, Coronel Constantino Magno, ressalta que a Agência tem estabelecido padrões e normas adequadas para a prestação dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, sempre tendo como prioridade a promoção dos serviços com a qualidade que o povo tocantinense precisa para uma boa condição de saúde e bem estar social.

Fonte: http://atr.to.gov.br