Associados ABAR têm 20% de desconto em MBA em Saneamento da FGV

92

A Fundação Getúlio Vargas (FGV) está oferecendo desconto de 20% para associados à ABAR (Associação Brasileira de Agências de Regulação) no MBA em Saneamento, que tem inscrições abertas até 8 de junho. Para ter direito ao desconto de 20%, os associados ABAR – que já se beneficiam de uma redução de 10% nos demais cursos da FGV, em função da parceria entre as duas entidades ­– deverão compor um grupo mínimo de 20 alunos para a turma que será formada a partir de junho.

A formação do grupo será coordenada pela ABAR, para posterior encaminhamento dos nomes à FGV, de forma que as inscrições possam ser feitas em bloco, com o benefício do desconto. Os interessados devem entrar em contato com a ABAR até o próximo dia 7 de junho, pelo e-mail inscricoes@abar.org.br, manifestando seu desejo de compor a turma e enviando seus dados.

CONTEÚDO ATUALIZADO E MULTIDISCIPLINAR

O MBA em Saneamento da FGV discute os serviços de água e saneamento a partir de uma análise econômica e de gestão aplicada em alto nível. Os módulos e disciplinas priorizam a prática e a inovação, considerando a nova realidade do setor após o novo marco regulatório do saneamento (Lei nº 14.026/2020), que prevê maior participação privada, investimentos estrangeiros e supervisão por parte da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA).

O professor Edson Gonçalves, coordenador do curso, explica que o destaque do MBA é a combinação de três focos, organizados em módulos: técnico, econômico e de gestão aplicada. O pesquisador acrescenta que o diferencial do curso é o fato de ele ser único no Brasil: “Existem alguns concorrentes, mas não com foco tão intenso em gestão, que nós identificamos como uma necessidade de aprimoramento por parte das empresas de saneamento”.

Na avaliação de Luiz Antônio de Oliveira Júnior (Arsesp), secretário executivo da Câmara Técnica de Saneamento Básico, Recursos Hídricos e Saúde (CTSan) da ABAR, o fato de o MBA estar atualizado em relação ao novo marco regulatório é um atrativo. “Os cursos de graduação não preparam os profissionais para atuar na regulação, por isso as agências reguladoras carecem desse tipo de especialização para complementar a formação de seus quadros técnicos”, diz.

Segundo ele, o curso tem um programa bastante interessante, na medida em que é multidisciplinar, assim como a abordagem atual das agências reguladoras. “O programa contempla desde a construção da política pública e da governança, passa pelos instrumentos jurídicos e econômicos do setor de saneamento, por aspectos técnicos e operacionais, e depois aborda os principais eixos temáticos, com um bloco sobre contabilidade e modelos de contrato de concessão e PPPs e um bloco que trata especificamente de regulação”, explica Luiz Antônio.

PÚBLICO ALVO E REQUISITOS

O curso é recomendado para profissionais que atuam no setor de saneamento, seja na regulação, nos órgãos de controle e fiscalização, nas empresas prestadoras de serviços ou no mercado financeiro especializado no segmento, entre outros. Para se inscrever, o candidato deve ter concluído a graduação há pelo menos dois anos e ter experiência profissional de, no mínimo, três anos no setor. Os interessados que atuam no saneamento há mais de três anos podem ter o requisito do tempo mínimo de formação reduzido. De acordo com o professor Edson, podem ser aceitos também profissionais com menos experiência mas que tenham interesse ou estejam ingressando no setor.

O conteúdo programático é distribuído em 18 disciplinas, com 24 horas/aula cada, totalizando 432 horas/aula. Entre elas, destacam-se as disciplinas inovadoras dedicadas à gestão de riscos, tarifação e finanças e data science aplicada à regulação de água e saneamento. As aulas ocorrerão duas vezes por semana durante 14 meses, no período noturno (segundas e terças, das 18h30 às 22h) e serão ministradas, temporariamente, por webconferência.

SAIBA MAIS

Envie e-mail à ABAR informando seu interesse