Artesp tem nova frota e tecnologia de ponta para reforçar fiscalização

135

O vice-governador Rodrigo Garcia, acompanhado do diretor-geral da Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo), Milton Persoli, realizou na sexta-feira (25), no município de Marília, a entrega de 50 novas viaturas para a equipe da Diretoria de Procedimentos e Logística (DPL) da Agência. Os novos veículos – 49 viaturas e uma base móvel – reforçarão as ações de fiscalização em rodovias e terminais de ônibus da capital e do interior paulista. Os agentes também estão recebendo 60 tablets e 30 rádios, que facilitarão a comunicação nos diversos pontos de fiscalização e agilizarão o repasse de dados sobre as inspeções e as autuações realizadas.

A Artesp tem poder de polícia para fiscalizar o Transporte Intermunicipal de Passageiros, na capital e interior paulista, exceto nas Regiões Metropolitanas de São Paulo, de Campinas, da Baixada Santista, do Vale do Paraíba/Litoral Norte e Sorocaba. Além disso, a equipe realiza auditorias de frota, garagem e instalações, ações fiscais na operação das linhas regulares, nos terminais rodoviários e em todas as rodovias paulistas.

Além de comporem o efetivo da Artesp durante blitze especiais, as novas viaturas viabilizarão operações cotidianas de fiscalização mais ágeis e dinâmicas, otimizando a verificação das condições dos veículos abordados e facilitando a identificação de  eventuais irregularidades e a checagem da qualidade das viagens oferecidas aos passageiros em todo o Estado. O investimento anual para locação e manutenção das viaturas será de cerca de R$ 2,1 milhões, viabilizado pela Artesp.

Foto: Artesp

As viaturas são do modelo Chevrolet Onix Hatch, enquanto a base móvel é do modelo Fiat Ducato. Todas estão devidamente identificadas e portam tags de pedágio eletrônico, para passagem mais rápida pelos pedágios nas rodovias. Estão equipadas  com sistema GPS, para monitoramento e acompanhamento em tempo real da localização exata durante os deslocamentos, especialmente em eventuais incidentes e emergências.

O suporte complementar aos fiscais durante as blitze será oferecido por 60 tablets com internet 4G, por meio dos quais será possível acessar a base de dados da Agência para consulta de informações precisas e detalhadas dos veículos fiscalizados. A tecnologia possui uma plataforma de gestão, por meio da qual serão identificados dados das inspeções e das autuações em questão de segundos,  encaminhados em tempo real para a central de apoio, localizada na sede da ARTESP. Para a contratação dos tablets serão investidos, anualmente, cerca de R$ 100  mil.

Além disso, a equipe da DPL da Artesp estará integrada por meio de um sistema de comunicação via smartphones funcionais, que possibilita a interlocução dinâmica e estratégica entre os agentes, garantindo maior eficiência e precisão da cobertura em  todo o Estado. Os telefones também permitirão a conversão direta dos fiscais com a Base Operacional Fixa, um Centro de Controle de Operações localizado na capital, que coordena a saída para as ações de fiscalização.

Os fiscais da Agência também estarão de posse de 30 rádios-transmissores portáteis, habilitados para a comunicação imediata entre toda a equipe de fiscalização da DPL, sem restrição de cobertura entre os deslocamentos. Com os equipamentos, será possível realizar chamadas em grupo e privativas, além da emissão de alertas de segurança, de acordo com a necessidade no momento da fiscalização. Os rádios possuem internet banda larga 4G, Wi-Fi, GPS, bluetooth e vão estar integrados ao Centro de Controle de Operações, localizado na sede da ARTESP.  Para a disponibilização dos rádios-transmissores ao serão investidos, anualmente, cerca de R$ 330 mil.

“As novas viaturas e os tablets destinados à equipe de fiscalização chegam para reforçar ainda mais o trabalho que tem sido feito pela Artesp de forma rigorosa junto às empresas de transporte de passageiros que descumprem as normas estabelecidas por leifundamental para o bem-estar e a preservação de direitos dos paulistas que usam o transporte intermunicipal de passageiros, explica Milton Persoli, diretor-geral da Agência.