ARTESP promove ações de segurança durante Festa do Peão de Barretos

786

A ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) intensifica as fiscalizações dos ônibus intermunicipais na região de Barretos durante a 62ª Festa do Peão de Boiadeiro entre os dias 17 e 27 de agosto.

Nos terminais rodoviários, os fiscais da Agência vão averiguar as condições mecânicas dos ônibus, assim como itens de segurança, higiene e o cumprimento de horários. O principal objetivo é checar as condições dos ônibus que estão transportando os visitantes da festa e demais passageiros, nesse período em que as viagens de acesso à Barretos aumentam significativamente. Já nas rodovias, a Agência aumenta o efetivo na região com foco na coibição do transporte clandestino que oferece inúmeros riscos para os passageiros – essa ação acontece em parceria com a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres).

Fiscais e técnicos da Agência também estão realizando uma ação especial nas rodovias estaduais da região para identificar eventuais problemas de sinalização e em equipamentos operacionais que possam comprometer a segurança dos motoristas. Assim como em edições anteriores da festa, a Polícia Militar Rodoviária estará realizando blitz em pontos estratégicos de Barretos em parceria com a ARTESP. Tudo isso para garantir que o público de quase um milhão de pessoas chegue à festa e retorne com segurança.

Boletins de áudio. Ainda para facilitar o deslocamento do público, a Artesp, em parceria com as Rádios Barretão FM e Independente, transmitirá boletins informativos sobre as condições de tráfego na região de Barretos. Eventuais desvios, acidentes, interdições e situações que demandem atenção especial dos motoristas serão noticiados nas rádios. Quem ainda não estiver na região para sintonizar, pode acompanhar os boletins pela internet no site da Rádio Artesp. As informações dos boletins são fornecidas pelo Centro de Controle de Informações (CCI) da Agência que controla e fiscaliza em tempo real a malha de 21 concessionárias de rodovias estaduais paulistas a partir de imagens das câmeras de monitoramento e de diversos sensores instalados na malha viária.

Leia mais aqui.