Artesp fiscalizou 600 veículos de transporte intermunicipal no Carnaval

251

A equipe da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) intensificou as ações de fiscalização nas rodovias e terminais rodoviários do Estado de São Paulo durante o período de Carnaval, com o objetivo de garantir o máximo de segurança, conforto e bem-estar aos usuários do transporte intermunicipal de passageiros, ao evitar a circulação de veículos irregulares.

As blitze foram realizadas nos municípios de Araraquara, Araras, Bertioga, Boituva, Campinas, Franca, Guararema, Itupeva, Jambeiro, Mogi das Cruzes, Piracicaba, Pirassununga, Porto Feliz, Porto Ferreira, Praia Grande, Ribeirão Preto, Rio Claro, São Bernardo do Campo, São José do Rio Preto, São Paulo, São Vicente, Sorocaba, São José dos Campos e Valinhos. Ao todo, foram fiscalizados 600 veículos que faziam transporte intermunicipal de passageiros, entre ônibus, micro-ônibus e vans. Destes,  216 foram autuados, 15 notificados, 11 retidos e 38 removidos a pátio.

Foram constantes as autuações aplicadas a veículos com para-brisa trincados; itens obrigatórios com defeito, como extintores, cintos de segurança, espelhos retrovisores e assentos; ausência de contrato de prestação de serviços ou declaração de vistoria vencida. Também foram autuados veículos que não portavam documentos ou nota fiscal de prestação de serviços durante o percurso, ou ainda deixaram de comunicar instruções de segurança no início da viagem. Algumas companhias ainda estavam com os veículos em más condições de higiene, não afixaram os horários das viagens e tabela com preços das passagens, ou mesmo alteraram o ponto inicial da viagem sem autorização da ARTESP.

Também foram multados os veículos que não possuíam comunicados externos obrigatórios colados nos veículos, não forneceram comprovantes de transporte de bagagens ou mantiveram funcionários não uniformizados e sem crachá de identificação ao longo do percurso.

“Nosso principal objetivo com essas ações nas rodovias e terminais rodoviários de passageiros – especialmente em épocas de maior fluxo de viagens, como o Carnaval  – é fiscalizar itens de segurança, documentação, cumprimento de protocolo sanitário e de agenda de horários de partidas, visando sempre assegurar os direitos dos passageiros que utilizam o transporte rodoviário”, ressalta Reonaldo Raitz Leandro, Superintendente de Fiscalização da Diretoria de Procedimentos e Logística da ARTESP.

A operação especial deste Carnaval contou com o apoio da Polícia Militar Rodoviária (PMRV).