Arsesp faz campanha de prevenção e combate à hipertensão

152

A partir desta terça-feira (26), os 414 painéis eletrônicos distribuídos nas rodovias paulistas sob concessão passarão a veicular mensagens de conscientização e combate à hipertensão junto à população. A campanha da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) conta com o apoio da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e das 20 concessionárias que integram o Programa de Concessões Rodoviárias.

Veiculada até o dia 17 de maio, a iniciativa tem como objetivo contribuir para o diagnóstico precoce da hipertensão e o controle da pressão arterial, por meio da adoção de hábitos saudáveis e uso correto da medicação, quando indicada, para prevenir as principais complicações da doença.

Uma ação de saúde promovida pela Artesp, com aferição da pressão arterial, orientações sobre prevenção e distribuição de material educativo, será realizada junto aos funcionários da Agência neste Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão, celebrado nesta terça, 26. A mobilização se estenderá também às redes sociais da Agência e das concessionárias. Nas rodovias, a campanha persiste com as seguintes frases, veiculadas nos painéis de mensagens variáveis (PMVs):

  • Meça a pressão / Previna a hipertensão
  • Adote hábitos saudáveis / Previna a hipertensão

“É um privilégio contribuir com essa campanha de alerta tão importante. Ao abraçarmos a iniciativa, estamos demonstrando nossa preocupação com a preservação da vida, também desta forma. Nosso objetivo é informarmos aos usuários que trafegam nas rodovias sob concessão de que a hipertensão pode ser tratada e deve ser acompanhada de perto. Além, é claro, de conscientizarmos a população da importância da realização de exames médicos periódicos, medida que pode salvar vidas”, afirma Milton Persoli, diretor-geral da Artesp.

De acordo com a SBH, a hipertensão arterial ou pressão alta atinge 3 a cada dez brasileiros adultos e, quando não tratada adequadamente, é uma das responsáveis pelas principais causas de morte no Brasil e no mundo.

O diagnóstico é feito pela medida da pressão arterial por profissionais de saúde com aparelhos validados. A medição deve ser feita, pelo menos, uma vez por ano. Manter a pressão arterial controlada, evita complicações que geram: infarto do miocárdio, falência cardíaca ou renal, acidente vascular cerebral (AVC), problemas nos olhos e demência. Por isso, é tão importante o autocuidado para a promoção da saúde.