Arsap realiza visitas técnicas às instalações operacionais da CSA nos municípios

58

Uma equipe técnica da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Estado do Amapá (Arsap) visitou, na quinta-feira (17), as estações de captação e tratamento de água do município de Santana. A ação faz parte de um cronograma de fiscalização que visa acompanhar o funcionamento do sistema operacional nos 16 municípios do estado. Esta é a primeira inspeção de avaliação de desempenho nas unidades após a Concessionária de Saneamento do Amapá (CSA) assumir os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário em julho deste ano, a partir do Contrato de Concessão nº 001/2022.

“Fizemos uma visita a todos os municípios antes da Concessionária assumir os trabalhos. Esse retorno é para acompanhar o planejamento que foi apresentado por eles após nós apresentarmos as informações coletadas na primeira inspeção. Então, vamos verificar a realidade atual para esse comparativo, e, ao mesmo tempo, acompanhar o andamento do plano da CSA”, explicou o gerente de Núcleo de Fiscalização Operacional da Arsap, José Guevara.

Durante a visita, foram verificadas questões estruturais, operacionais, adequação dos produtos químicos, características da água e da pressão, entre outros requisitos técnicos. O objetivo é assegurar o padrão de qualidade do serviço prestado à população amapaense.

“O que podemos dizer inicialmente é que houve um avanço nesses quatro meses que a empresa assumiu, conforme o Plano de Recuperação Emergencial. A estimativa é de que os serviços emergenciais aqui em Santana terminariam entre janeiro e fevereiro de 2023 e tudo leva a crer que vai ser possível atingir essas metas no tempo estipulado”, afirma o gerente de Núcleo de Regulação, Controle e Fiscalização Operacional da Arsap, Adeilton Leite.

Para o executivo de Regulação da CSA, Rodrigo Lopes, essa fiscalização é importante para todos os envolvidos. “A Concessionária enxerga de forma positiva esse acompanhamento, considerando que a Arsap poderá entender melhor as particularidades e os desafios enfrentados pela CSA nesse início de concessão. Mesmo sabendo que temos um prazo de dois anos para adequação das unidades, entendo que as melhorias das estruturas recebidas estão fluindo”, diz.

Nos próximos dias, estações localizadas nos demais municípios do Amapá receberão a inspeção da Agência Reguladora. Ao final, será montado um relatório técnico para a Diretoria Colegiada definir as próximas ações.