ARSAM comemora 18 anos nesta sexta-feira

1376

Em comemoração a quase duas décadas de existência, a Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Estado do Amazonas (Arsam) realiza, nesta sexta-feira (24/11), um evento em homenagem aos servidores, que há 18 anos se dedicam à regulação em benefício da sociedade e ao amor à causa pública.

O evento será realizado na sede da agência, localizada na avenida Álvaro Maia, 2.357, Adrianópolis, zona centro-sul de Manaus, e terá como convidados de honra os antigos diretores-presidentes da autarquia: José Aparecido dos Santos, Fátima Gusmão Affonso, Raul Armonia Zaidan e Fábio Augusto Alho da Costa, além do secretário-chefe da Casa Civil do Governo do Amazonas, Sidney Leite, que serão homenageados pelo novo diretor-presidente, Walter Cruz.

A Arsam foi criada por meio da Lei nº 2.568, de 25 de novembro de 1999, publicada pelo governador Amazonino Mendes, e tem como principal função atuar, em regime especial, como autarquia integrante da administração indireta do Poder Executivo, na fiscalização da prestação dos serviços de abastecimento de água, esgotamento sanitário, transporte rodoviário intermunicipal coletivo de passageiros e gás natural canalizado.

Pioneirismo
Vinculada diretamente à Casa Civil do Governo do Amazonas, é uma das agências reguladoras mais antigas do país, e a primeira a aliar tecnologias avançadas de geoprocessamento de dados espaciais a processos de fiscalização. Atualmente, possui mapeados 190 poços, 186 reservatórios e toda a extensão das redes de água, esgoto e gás, o que proporciona maior agilidade na resolução das denúncias e maior precisão aos engenheiros da agência. Durante sua trajetória, já indicou centenas de penalidades de multa em benefício aos usuários e em cumprimento ao papel de órgão regulador. Também criou o inédito Comitê de Integração de Obras Públicas (Ciop), formado por 36 instituições, que sincroniza, por meio de reuniões mensais, o planejamento de obras de órgãos estaduais, municipais e federais, ao mesmo tempo e espaço geográfico, com o objetivo de diminuir os impactos causados na infraestrutura urbana da cidade de Manaus.

Descentralização
Os desafios não param por aí. A nova gestão de Walter Cruz já descentralizou os serviços de Ouvidoria em postos de atendimento localizados nas zonas norte e leste e, a partir da próxima semana, na zona sul de Manaus. Até janeiro de 2018, o cadastro dos prestadores de serviços de fretamento intermunicipal de passageiros será regularizado. Portanto, a Arsam tem muitos motivos para comemorar nesses 18 anos de atuação.