Arsae-MG apoia Plano de Ação Sistema de Esgotamento Sanitário na Lagoa da Pampulha 

71

Com o objetivo de verificar a evolução do Plano de Ação Sistema de Esgotamento Sanitário na Lagoa da Pampulha, a Arsae-MG – Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e de Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais – irá acompanhar e oferecer suporte à Copasa e às prefeituras de Belo Horizonte e Contagem, responsáveis pela execução do Plano. Ele representa a quinta etapa de recuperação da bacia nos últimos 20 anos e tem foco em imóveis que jogam seus detritos diretamente em córregos ou na rede pluvial da concessionária, contribuindo para a poluição de um dos principais cartões-postais da capital mineira.

Para o analista fiscal e de regulação da Arsae-MG, Gustavo Vasconcelos, que integra o programa de Inovação da Agência (Inovarsae), esse apoio vai se dar no acompanhamento dos investimentos – cerca de 150 milhões de reais – e no auxílio na divulgação do Plano de Ação, por meio da mobilização social, levando informação à população, conferindo transparência ao projeto.

O plano – que terá duração de 5 anos – prevê ações necessárias para a remoção dos lançamentos de esgoto nos cursos d’água da bacia da Pampulha, como desapropriações, ligações de usuários na rede de esgoto e obras. Além disso, serão desenvolvidas ações de monitoramento e os serviços de natureza continuada realizados pela Companhia, visando a despoluição da Lagoa da Pampulha, assegurando qualidade de vida e saúde à população.