Arisb-MG prepara estudo tarifário de resíduos sólidos para Itabirito

51

Na tarde da quarta-feira (22) foi realizada uma reunião preparatória para a apresentação do estudo tarifário de resíduos sólidos de Itabirito. Esse estudo está sendo produzido pela Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento Básico (ARISB-MG), que há sete anos já atua no município na regulação do serviço de saneamento básico.

Participaram da reunião Guilherme Araújo, analista de Fiscalização e Regulação da agência, e o secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Itabirito, Frederico Arthur Souza Leite.

Guilherme adianta que a matriz em estudo visa beneficiar usuários de baixa renda e que está sendo analisada a possibilidade da destinação de benefícios tarifários para comércio local que se disponha a participar de projetos de carbono zero e logística reversa.

Ser carbono zero, esclarece Guilherme, é quando o usuário consegue reduzir a emissão e passa a balancear o restante dos gases por meio de compensação. “Ou na compra de créditos de carbono em mercados voluntários ou na recuperação de áreas degradadas com o plantio de árvores”.

Já a logística reversa acontece quando a empresa e/ou negócio recolhe e dá encaminhamento pós-venda ou pós-consumo ao setor empresarial. O que é recolhido passa a ser reaproveitado ou o resíduo é descartado de forma correta. “É o que acontece, por exemplo com equipamentos de informática, pilhas e eletroeletrônicos de uma forma geral”.