Arisb-MG busca o fortalecimento de cooperação técnica com a UFMG

60

Ajustar o termo de cooperação técnica já formalizado entre o Departamento de Engenharia Sanitária da (DESA/UFMG) e a Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento Básico (ARISB-MG), com a finalidade de ampliar o desenvolvimento de estudos e pesquisas relativas à regulação do manejo de resíduos sólidos. Essa foi a pauta de uma reunião on line realizada na última sexta-feira (1º.07). Além das professoras Liséte Celina Lange e Cynthia Fantoni Alves Ferreira, do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da UFMG, também participaram da reunião os analistas de Fiscalização e Regulação e o diretor Técnico-Operacional da agência, Filipe Woods.

Para Woods, o fortalecimento dessa parceria estabelecida entre a Agência e a Universidade em 2020 é necessário e oportuno, especialmente porque “o DESA/UFMG possui notório saber em sua área de atuação, inclusive em gerenciamento de resíduos.” Essa parceria, segundo o diretor, virá fortalecer o trabalho que a ARISB-MG já faz. “O conhecimento acadêmico virá se somar ao trabalho que já fazemos com qualidade.  No Brasil, tanto em âmbito nacional quanto estadual, ainda há deficiência de instrumentos normativos que regulamentem sobre a atividade de regulação dos resíduos”.

Guilherme Araújo, um dos analistas presentes à reunião, destacou que com o fortalecimento dessa parceria com a academia a  ARISB-MG poderá utilizar os resultados da pesquisa como base científica para a discussão e elaboração de modelo de regulação e de cobrança e remuneração dos serviços em proposição para consorcio na área de resíduos sólidos que proporcionem o cumprimento de determinações estabelecidas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), como está proposto no termo de cooperação.