Aresc realiza mais uma ação de monitoramento na Lagoa da Conceição

18

A gerência de saneamento da Aresc (Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina) realizou na quinta-feira (30) uma ação de monitoramento na Lagoa da Conceição. A finalidade dos trabalhos foi mais uma vez acompanhar de perto o cronograma das ações de melhoria que estão sendo executadas pela Casan, na Lagoa de Evapoinfiltração e na Estação de Tratamento de Esgoto do bairro.

Dentre as intervenções executadas pela companhia estão o sistema de bombeamento que mantém a lagoa em nível exigido pela Floram, (o qual é acionado em situação de necessidade), melhorias na estação de tratamento de esgoto do bairro para tratamento terciário do efluente, e a dragagem do material lamo-arenoso do fundo da lagoa artificial, permitindo a recuperação de sua capacidade de infiltração.

O equipamento já foi autorizado pelo órgão ambiental competente para iniciar a operação. Agentes da Casan já estão mobilizando a área para o sistema começar a operar na próxima semana, motivo pelo qual os técnicos da Aresc irão acompanhar in loco essa etapa desenvolvida.

Integrado ao Plano de Recuperação Ambiental da Lagoa da Conceição e aprovado pela Floram, está também a instalação do muro verde de contenção do talude da lagoa de evapoinfiltração. De acordo com informações da Casan, o objetivo da limpeza da lagoa de evapoinfiltração, assim como a mudança no sistema de tratamento da ETE, e a construção de um Muro Verde, é melhorar a qualidade ambiental da região e reforçar a segurança do Sistema de Esgotamento Sanitário.

De acordo com a Gerente de Fiscalização de Saneamento da Aresc, Luiza Burgardt a agência vai continuar acompanhando efetivamente desses projetos de melhoria de acordo com o que lhe compete enquanto órgão regulador e fiscalizador dos serviços de saneamento do município de Florianópolis. “Após o término das obras de melhoria, iremos também fazer novas coletas do efluente na estação de tratamento de esgoto a fim de verificar a eficiência da operacionalidade”, conclui.