ARES-PCJ inicia treinamento de prestadores em 2º ciclo do Acertar

215

A ARES-PCJ realizou no último dia 01/02, em formato online, uma reunião de trabalho com os servidores dos prestadores de serviço dos municípios associados para o treinamento do sistema e início da fase de carregamento de dados para o 2º ciclo da metodologia Acertar. A reunião consistiu no treinamento para utilização da plataforma web de apresentação de dados para a avaliação de confiança. O preenchimento deverá ocorrer no período de 01/02/2022 a 01/03/2022.

A metodologia Acertar foi elaborada para permitir procedimentos padronizados de Auditoria e Certificação de informações do Sistema Nacional de Informações de Saneamento (SNIS), com o propósito de aprimorar os processos de gestão das informações dos prestadores de serviços de saneamento. O ACERTAR deve conferir maior confiança no uso de indicadores de desempenho, com impacto relevante no setor de saneamento nacional, trazendo mais profissionalismo e estruturação dos processos.

A metodologia é uma iniciativa desenvolvida pelas Agências Reguladoras em parceria com a Associação Brasileira de Agências de Regulação (ABAR) e MDR (Ministério do Desenvolvimento Regional). O Acertar foi desenvolvido no âmbito do Programa de Desenvolvimento do Setor Água (Interáguas). Foi formalmente instituída pela Portaria Federal nº 719, de 12 de dezembro de 2018.

Na ARES-PCJ, participam do 2º ciclo de implantação 34 municípios associados. A Agência Reguladora realizou, em 24/11/2021, a abertura da implantação do 2º ciclo da metodologia. Na oportunidade, foram identificados os contatos responsáveis pelo fornecimento de informações para cada processo a ser acreditado pela metodologia durante o ano de 2022.

O 1º ciclo, com 20 municípios regulados, foi concluído em julho de 2021. A aplicação do 1º Ciclo foi realizada com efetivo próprio da Agência Reguladora PCJ após a realização de treinamento e workshop com os prestadores de serviço de saneamento básico em 2020.  Os relatórios do 1º Ciclo de implantação estão disponíveis, na íntegra, no site da ARES-PCJ.