Arcon-PA se une com PM para implementar termo de cooperação técnica

815

A fim de discutir a elaboração de um Termo de Cooperação Técnica para beneficiar o transporte intermunicipal de passageiros, a diretoria da Agência de Regularização e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon-PA) reuniu-se na última sexta-feira (4) com representantes do Grupamento Fluvial de Segurança Pública do Pará (GFLU) e das Polícias Militar (PM) e Rodoviária do Estado (PRE).

O diretor geral, Bruno Guedes, e o diretor de Normatização e Fiscalização da Arcon-PA, Karim Zaidan, receberam o representante do GFLU, Major Elton Medeiros, da PRE, Tenente Coronel Sergio Fialho, e os representantes da PM, Capitão Henrique Bechara e Major Ariel Sampaio.

Na reunião, trataram sobre a proposta de parceria a fim de promover o treinamento e a capacitação de equipes, que atuam nas estradas dentro do estado do Pará, para que, uma vez delegada a competência, passem a atuar também na fiscalização do transporte intermunicipal de passageiros. Uma programação semestral de operações integradas entre os órgãos está prevista no convênio.

Foi discutida, ainda, a retomada das operações integradas de combate ao transporte clandestino, como as realizadas em março e agosto deste ano, respectivamente, mas quais Arcon, PM e PRE agiram em conjunto.

“Esse encontro é o início do fortalecimento da cooperação entre as instituições, objetivando criar condições favoráveis para a atuação da Arcon-PA de maneira integrada com a PM e PRF, o que vai permitir otimizar a aplicação de recursos”, avalia o diretor de Normatização e Fiscalização da Agência, Karim Zaidan.

“A reunião teve o objetivo de tratar sobre as diversas situações verificadas diariamente no transporte de passageiros, ocasião em que foi possível debater estratégias, alinhar entendimentos e trocar experiências”, avaliou Bruno Guedes.

“Ao final da reunião, foram iniciadas as primeiras tratativas referentes ao termo de Cooperação Técnica que, uma vez implantado, aumentará substancialmente a atuação nas rodovias e hidrovias do Estado, em prol do combate ao transporte clandestino de passageiros”, finalizou o diretor geral da Arcon.

 

Texto: Vanessa Pinheiro/Arcon-PA

Fotos: Dedé Mesquita/Arcon-PA