ARCON notifica 13 embarcações durante a Operação Cinturão

601

A Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Pará (Arcon) notificou 13 embarcações que não estavam autorizadas a fazer o transporte intermunicipal de passageiros, durante a operação Cinturão, ação conjunta com diversos órgãos de fiscalização e segurança, segundo balanço divulgado nesta segunda-feira (5).

Além da Arcon, por do Grupo Técnico do Transporte Hidroviário (GTH), entidades como a Secretaria da Fazenda (Sefa), Ministério Público Estadual, Polícias Civil e Militar, Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Marinha do Brasil e Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) também participaram das ações, que mobilizaram um grande número de servidores de cada órgão envolvido.

O objetivo da Arcon foi coibir o transporte hidroviário clandestino e apoiar a Antaq nas ações de regularização de portos da orla de Belém. Os servidores da Agência foram divididos em duas equipes – uma ficou em terra e outra acompanhou as ações da Marinha pelo rio, às proximidades do município de Ponta de Pedras – e atuaram na notificação de embarcações que estavam transportando passageiros sem autorização.

Leia mais aqui.