Arbel quer ouvir usuário sobre serviços de saneamento básico de Belém

20

Com o objetivo de gerar informações que auxiliem a atuação reguladora e fiscalizadora na capital paraense, a Arbel (Agência Reguladora Municipal de Belém) está realizando uma pesquisa de percepção dos usuários sobre os serviços de saneamento básicos regulados pela agência no município.

Coordenada pela equipe de Educação Sanitária e Ambiental da Arbel, a pesquisa visa coletar informações sobre as ações de saneamento que a população da cidade tem acesso. A  pesquisa está disponível na página e nas redes sociais da agência, por meio de um questionário onde constam perguntas  sobre os serviços de saneamento oferecidos no bairro, como tratamento de esgoto e abastecimento de água, além da avaliação sobre coleta de resíduos sólidos e drenagem urbana.

A expectativa da agência é de que os resultados obtidos reflitam a percepção dos usuários acerca dos serviços e do atendimento das prestadoras, e que forneçam subsídios às atividades de regulação e fiscalização da Agência. “Será possível gerar informações que subsidiem a atuação reguladora e fiscalizadora, além de auxiliar as nossas ações, fornecendo informações ao usuário sobre seus direitos e deveres, em relação aos serviços de saneamento”, detalhou a engenheira sanitarista Patrícia Paranhos, coordenadora de educação sanitária e ambiental da Arbel.

Moradora do bairro do Marco, a costureira Teresinha dos Santos, de 54 anos, considera a pesquisa de fundamental importância para a melhoria dos serviços. “Confesso que não tinha conhecimento da pesquisa, mas agora faço questão de responder, pois sei da importância dessa coleta de dados para a melhoria dos serviços”, comentou a usuária. ‘’Para constatar se as prestadoras estão executando um atendimento de qualidade é necessário saber a opinião da população, pois somos nós que utilizamos os serviços”, completou.

A população tem até o dia 19 de abril para responder ao questionário, disponível neste link.