Antaq e Correios viabilizam operação logística por navios

20

Os Correios iniciaram o projeto-piloto de transporte por navegação de cabotagem – navegação que acontece entre os portos do Brasil. Com previsão para esta terça-feira (6/7), o Porto de Pecém (CE) receberá livros didáticos que chegarão por navio. O Porto de Manaus (AM) também receberá as obras nos próximos dias. Em 22 de junho, o Porto de Salvador (BA) foi o primeiro destino dos livros. Quatro dias depois, foi a vez de Suape (PE) receber parte do carregamento.

A operação marca o ingresso dos Correios na navegação de cabotagem. Ao total, cerca de 430 toneladas de material do Programa Nacional do Livro Didático – FNDE/Ministério da Educação foram postadas. A carga saiu do Porto de Santos (SP).

O diretor-geral da Antaq, Eduardo Nery, destacou a troca de experiências entre técnicos da Agência e dos Correios com vistas à utilização da navegação de cabotagem. A partir do apoio prestado pela Agência à empresa pública sobre as peculiaridades do transporte, vieram o pregão eletrônico e a contratação da iniciativa privada para prestar o serviço.

Nery ressaltou que a Antaq sempre apoiará projetos que utilizem a cabotagem, “pois a navegação marítima é um modal mais seguro, economicamente mais viável, além dos ganhos com eficiência energética e sustentabilidade”.

Conforme os Correios, a logística de transporte de livros consiste na coleta da carga nas instalações das editoras/gráficas, localizadas em São Paulo, e o deslocamento ao Porto de Santos. Após o desembarque nos portos brasileiros, a carga é disponibilizada aos centros logísticos dos Correios em cada capital e redistribuída para entrega às escolas e às secretarias de educação.

Segundo o diretor de Operações dos Correios, Carlos Henrique de Luca Ribeiro, a estatal avaliará a performance e a possibilidade de ampliação da modalidade em outras operações logísticas. “O uso da cabotagem reforça o compromisso dos Correios com a sociedade brasileira e com o meio ambiente. A busca por novos modais de transporte é uma das várias ações em curso na empresa, com foco na sua transformação e modernização”, disse o gestor.

Com informações da Assessoria de Imprensa dos Correios