ANP – Fiscalização faz a maior Apreensão de Botijões no Paraná

392

Em ação de fiscalização realizada em Curitiba e região metropolitana, a Agência Nacional do Petróleo – ANP apreendeu 23.600 botijões de GLP e interditou duas revendas clandestinas, duas revendas legais e dois locais de armazenamento de botijões que funcionavam irregularmente. Na segunda-feira (27/8), foram fechadas duas revendas clandestinas em Almirante Tamandaré. Em ambas foram encontrados contratos com uma revenda legalizada de Araucária, interditada na terça-feira (28) por vender a clandestinos, armazenar botijões acima de sua capacidade e ter uma residência em sua área. No mesmo município também foi interditada outra revenda por problemas de segurança.

Ontem pela manhã (29/8) também em Araucária, a ANP interditou uma transportadora que funcionava irregularmente como depósito de botijões. No local foram apreendidos cerca de 19 mil botijões. A menos de 500 metros de distância, fiscais da ANP interditaram outro local que também funcionava irregularmente como depósito de botijões. No total, desde segunda-feira, a fiscalização da ANP apreendeu 23.600 botijões, a maior já realizada pela Agência no estado do Paraná.

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis – ANP coordenadora do Comitê Nacional de Erradicação do Comércio Irregular de GLP – realizou em (29/8) a reunião do Comitê Regional Sul do Programa Gás Legal. Na reunião foram discutidos os resultados e as próximas ações do PGL. Desde sua criação em setembro de 2010, o numero de revendas legalizadas chega a 15 mil. Foram fiscalizados mais de 7 mil pontos durante o Programa Gás Legal (PGL). Além disso, a ANP autuou mais de 2 mil agentes e interditou mais de mil. Mais de 500 municípios ganharam revendas autorizadas.

Fonte: http://www.anp.gov.br