ANEEL – Livro sobre Projeto Desenvolvido dentro do Programa de P&D é Lançado na ANEEL

609

Foi lançado ontem (13/12) na sede da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL o livro “Desvendando as redes elétricas inteligentes”, que surgiu do projeto desenvolvido pela concessionária Light no âmbito dos programas de Pesquisa e Desenvolvimento – P&D fomentados pela ANEEL. Com coordenação geral do Superintendente de Tecnologia e Inovação da Light, Fábio Toledo, o livro traz o conceito de redes elétricas inteligentes e também aborda a mudança que haverá no relacionamento do consumidor com a medição do seu consumo de energia, já que, com a nova tecnologia, ele poderá acessar um número muito maior de informações sobre o serviço prestado, além de tornar o uso da energia elétrica mais eficiente e adaptado a suas necessidades.

Em seus comentários no livro, o Diretor da ANEEL, André Pepitone, ressaltou que “a publicação, além de ser relevante para o setor, integra e harmoniza os conceitos de redes inteligentes”, Além disso, segundo ele, o livro possui relevante projeção diante do pioneirismo na literatura acerca do tema.

O projeto teve início em 2010 e tem a responsabilidade de usar até R$ 36 milhões da verba de P&D da concessionária para criar um novo sistema de medição, em que a facilidade de gestão do consumo por parte dos consumidores permitirá inclusive o combate ao furto de energia. O livro foi lançado durante a cerimônia de entrega do Prêmio Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor (IASC 2012). Na ocasião, o coordenador do livro, Fábio Toledo, autografou alguns exemplares dos livros entregues para os participantes do evento.

A obrigatoriedade na aplicação dos recursos em P&D está prevista em lei e nos contratos de concessão, cabendo à Agência regulamentar o investimento no programa, acompanhar a execução dos projetos e avaliar seus resultados. A legislação estabelece que as empresas concessionárias, permissionárias ou autorizadas de distribuição, transmissão e geração de energia elétrica devem aplicar anualmente um percentual mínimo de sua receita operacional líquida no Programa de P&D do setor de energia elétrica.

 

Fonte: http://www.aneel.gov.br