Ancine aprova novo Plano Estratégico para o audiovisual

22

A Ancine aprovou na última quinta-feira (8/4) o novo Planejamento Estratégico da Agência, em alinhamento ao Plano Plurianual 2020- 2023. O documento traz objetivos e projetos para o desenvolvimento do audiovisual brasileiro. Para auxiliar nas ações de planejamento, a Ancine firmou parceria com a Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), que realizou, por dois meses, oficinas com a participação ativa de servidores da Agência.

Como resultado deste processo, foram elaborados os seguintes produtos do Planejamento Estratégico:

  • Mapa Estratégico, que contempla a missão, a visão, os valores e os objetivos estratégicos da ANCINE;
  • Indicadores Estratégicos, para mensurar o alcance dos objetivos estratégicos com os principais atributos, inclusive as metas para o período;
  • Carteira de Projetos Estratégicos, a serem implementados no período, com principais entregas, prazos e responsáveis; e
  • Cadeia de Valor, que declara os macroprocessos e processos da Ancine.

O primeiro passo foi a definição da visão da instituição, aprovada de modo a constituir a Ancine como um “Agente de transformação do ambiente regulatório e de indução de políticas públicas para o audiovisual brasileiro”. Em seguida foi definida a missão, no sentido de “Promover um ambiente regulatório equilibrado e de desenvolver o setor audiovisual brasileiro em benefício da sociedade”.

Dando prosseguimento ao planejamento, foi consolidado o novo Mapa Estratégico, que apresenta como principais objetivos da Agência a expansão da presença da produção audiovisual nacional em todos os segmentos de mercado, inclusive no exterior; a redução de barreiras de entrada para novos agentes; a racionalização das ações de fomento; e o alinhamento do ambiente regulatório às transformações do mercado audiovisual.

No âmbito da gestão interna, a Ancine se compromete a promover a integração e transformação digital dos serviços; a desenvolver a cultura de colaboração e de gestão orientada por resultados; racionalizar o uso dos recursos logísticos, orçamentários e financeiros; e aprimorar a gestão de informação de riscos e a governança institucional.

Na Carteira de Projetos Estratégicos aprovada também pelo Comitê de Governança, Riscos e Controles da Ancine, estão previstos projetos que serão implementados de forma a possibilitar o alcance dos objetivos. Entre os projetos previstos estão o aperfeiçoamento do aparato regulatório e fiscalizatório e a criação de indicadores de acompanhamento de políticas públicas e de regulação.

A fim de racionalizar as ações de fomento, a Ancine pretende elaborar estudo sobre o impacto da pandemia nos diversos segmentos da cadeia produtiva do audiovisual, além de analisar os resultados dos projetos selecionados no FSA quanto a geração de emprego e renda.

Veja aqui a matéria completa, com o Mapa Estratégico