ANA – Parecer técnico da ANA contribui para ampliação de Parque Ecológico

588

Considerada uma área de sensibilidade por concentrar nascentes, o Parque Olhos D’Água, em Brasília, é cortado por córregos que são afluentes do lago Paranoá, manancial que abastece o Distrito Federal.

Depois de dez anos de discussão com a sociedade, hoje uma área de sete hectares, antes destinada à construção de um centro comercial, foi anexada ao parque. A solenidade em que o governador do DF Agnelo Queiroz assinou o decreto de ampliação do Parque, um dos eventos para celebrar o Dia Mundal da Água, contou com a presença do diretor Paulo Varela, já que um parecer técnico coordenado pelo diretor Dalvino Troccolli Franca foi fundamental para a conclusão do processo que aumentou a área do Parque em 33%.

A expansão integra as ações do programa Brasília, Cidade Parque, desenvolvido pela Secretaria do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do DF (Semarh) e pelo Instituto Brasília Ambiental (Ibram). A nova área também receberá infraestrutura, como ciclovias e pontos de encontro comunitários.

De grande importância cultural para a cidade, o Parque Olhos d’Água chega a receber a visita de 1.200 pessoas durante os fins de semana.

Desde 2000, estava prevista a construção de um  centro comercial na área que foi incorporada ao parque. 0 Olhos d’Água possui várias nascentes, mata ciliar, cerrado e uma pequena lagoa denominada Lagoa do Sapo, que é alimentada pelo córrego Talvegue.

Os córregos que atravessam o Parque são afluentes do Lago Paranoá.  Por isso, a preservacão de suas nascentes também tem efeito positivo sobre a qualidade do lago. Em março de 2009, a ANA concedeu à Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (CAESB) a outorga para captacão no Lago Paranoá  para abastecimento humano.

A preservação das nascentes do Parque Olhos d’Água Olhos tem importância direta para a própria micro-bacia e, indiretamente, para o Lago Paranoá, pois tratam-se de áreas de preservação permanente, segundo o Código Florestal.

Fonte: ANA

{backbutton}