Agrese recebe equipe do BNDES para tratar de projetos em Sergipe

296

Na manhã da quarta-feira (11), a Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese) recebeu representantes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para tratar da estruturação de concessão dos projetos de destinação dos resíduos sólidos no estado de Sergipe.

O resultado de sucesso do Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) referente ao trabalho realizado pela Agrese, junto aos Consórcios Públicos Sergipanos, em que foi deflagrado o edital do PMI, cujo o objeto foi o tratamento e destinação de resíduos sólidos nos municípios que compõem os consórcios públicos, tendo como consequência a erradicação dos lixões a céu aberto em diversos municípios no estado de Sergipe, chamou a atenção do BNDES, encaminhando técnicos à Agrese para entender e aprofundar o conhecimento de como ocorreu esses estudos.

“A visita foi de grande importância e relevância para a Agência Reguladora com o reconhecimento do trabalho realizado, por ser o BNDES um órgão que traduz credibilidade e bastante confiança à sociedade brasileira”, destacou o diretor-presidente da Agrese, Luiz Hamilton Santana de Oliveira.

Participaram da reunião representando a Agrese o diretor-presidente, Luiz Hamilton, o presidente do Conselho Superior, Joelson Hora, o conselheiro José de Oliveira Júnior, o procurador-chefe, Christiano Lebre, a diretora técnica, Regina França e o representante da Secretaria de Estado Geral de Governo (SEGG), Silvio Sobral.

Participaram também da reunião representando o BNDES o administrador, Fernando Castilhos, o chefe do Departamento de Desestatização, Marcos Neves Torreão, o chefe de Departamento de Relacionamento com Estados e Municípios, Romero Albuquerque, o gerente, Márcio Miguel e a gerente na Área de Governo e Relacionamento Institucional, Juliana Ferreira.