Agrese participa do seminário “O Futuro do Consumidor de Energia Elétrica”

161

Os representantes da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese), o diretor-presidente, Luiz Hamilton Santana de Oliveira e o diretor da Câmara Técnica de Energia Elétrica, Michael Arcieri, participaram do Seminário Internacional “O Futuro do Consumidor de Energia Elétrica” realizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no dia 5 de maio, em São Paulo (SP), onde foram discutidos temas importantes, atuais e inovadores com foco no consumidor.

O evento reuniu autoridades do governo e especialistas nacionais e internacionais para debater os novos perfis e papéis do consumidor de energia elétrica, marcados cada vez mais pelo protagonismo na definição dos rumos do setor elétrico.

A Agrese, por ser uma Agência Reguladora conveniada à Aneel, foi convidada a participar das discussões de alto nível, que abordaram temas importantes, atuais e inovadores, como tarifas modernas, digitalização do setor elétrico, recursos energéticos distribuídos e teoria comportamental, buscando traçar as mudanças no perfil do consumidor brasileiro.

O diretor da Câmara de Energia Elétrica da Agrese, Michael Arcieri, enfatizou a importância da participação da Agrese no evento, pois se tratando do futuro do consumidor e fundamentada no cumprimento do convênio de cooperação entre a União e o Estado de Sergipe. “Buscamos entender esse novo perfil do consumidor que passará a ter uma participação ativa em setores distintos da economia, por exemplo, através de um mercado liberalizado de energia, impactando diretamente nos novos instrumentos de tarifação e modernização do setor”, frisou.

O diretor presidente da Agrese, Luiz Hamilton, explica que o evento foi de suma importância pois demonstrou como se daria a implantação de uma nova tendência para a matriz energética. “O Brasil é um país que reúne condições de produção de energia limpa, com uma matriz energética bastante diversificada, por isso a relevância desse evento principalmente para o desenvolvimento do estado de Sergipe”, pontua.