AGR lança edital de processo seletivo para contratação de 37 temporários

56

A AGR (Agência Goiana de Regulação, Controle e Fiscalização de Serviços Públicos) lança, nesta segunda-feira (08/11), o edital de convocação do processo seletivo simplificado para a contratação de 37 servidores temporários e para cadastro de reserva pelo período de três anos, conforme dispõe a Lei 20.918, que trata da contratação por tempo determinado para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público. Esse prazo, em caso da falta de pessoal efetivo ou se perdurar a necessidade transitória, poderá ser prorrogado para até cinco anos. O edital está disponível no site da AGR.

De acordo com o edital, as inscrições deverão ser feitas de 12 a 22 deste mês exclusivamente por este link. As entrevistas vão ser no período de 15 a 21 de dezembro. Após todas as etapas do processo, que serão divulgadas nas redes sociais da AGR, o resultado final do concurso será publicado no dia 19 de janeiro de 2022.

O objetivo desse processo é reforçar áreas importantes dentro da AGR, para maior eficácia na regulação, no controle e na fiscalização de serviços públicos, principalmente em função do surgimento de novas demandas geradas a partir de marcos regulatórios recentes, como o do saneamento básico e também do gás e biogás, além da crescente demanda dos demais serviços regulados pela agência.

A AGR é o órgão regulador responsável por acompanhar a oferta no estado de Goiás dos serviços de saneamento básico (água e esgotos)), transporte intermunicipal de passageiros (empresas, ônibus e terminais rodoviários), energia elétrica (convênio com a Aneel para fiscalizar), contratos com OS’s na área de Saúde (estrutura), gás canalizado e outros.

Conforme o edital, publicado na edição desta segunda-feira (08/11) do Diário Oficial do Estado de Goiás, há vagas para pessoas com diploma de ensino superior em áreas específicas e também para pessoas que tenham concluído o ensino médio. Para os cargos que exigem nível superior na área administrativa, os salários são de R$ 3,8 mil, enquanto para os cargos de engenharia e de especialista em regulação, os salários são de R$ 4.665,82. Para os de ensino médio, os salários variam de R$ 1,3 mil a R$ 2 mil, e para os de cursos técnicos, de R$ 2,5 mil. Há também um cargo para quem tem diploma em Ciência da Computação, com salário de R$ 4,5 mil.

Os contratos a serem celebrados serão para os seguintes cargos: Administrador (1), 40 horas, R$ 3,8 mil, diploma de ensino superior na área; Agente Administrativo (13), 40 horas, R$ 2 mil, ensino médio; Assessor Jurídico (7), 40 horas, R$ 3,8 mil, diploma de Direito; Atendente de Ouvidoria (4), 30 horas, R$ 1,3 mil, ensino médio; Contador (3), 40 horas, R$ 3,8 mil, diploma em Ciências Contábeis; Programador (1), 40 horas, R$ 4,5 mil, diploma em Ciência da Computação; Técnico em Tecnologia da Informação (1), 40 horas, R$ 2,5 mil, diploma de conclusão de ensino técnica na área de TI; e Técnico em Edificações, 40 horas, R$ 2,5 mil, curso de Técnico em Edificações.

O edital prevê, ainda, a contratação de cinco engenheiros e de um especialista em regulação, todos para uma carga horária de 40 horas e salário de R$ 4.665,82. Engenheiro Ambiental (2), com diploma na área; Engenheiro Civil (1), com diploma na área; Engenheiro Eletricista (2), com diploma na área; e Especialista em Regulação (1), com diploma de ensino superior em qualquer área de Engenharia ou Geologia e Química.