AGERBA – Realizada segunda audiência pública sobre licitação do Aeroporto de Feira

544

A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba) realizou na manhã de terça-feira (31), no auditório da Câmara de Diretores Lojistas (CDL) de Feira de Santana, a 108 km de Salvador, a segunda audiência pública visando obter subsídios para aprimorar o Termo de Referência sobre a licitação pública para delegação de concessão remunerada do Aeroporto João Durval Carneiro, na mesma cidade.

A concessão prevê investimento em ampliação, administração, operação, manutenção e exploração comercial das áreas e serviços. O edital de licitação deverá ser publicado dentro de 30 dias.

O governador em exercício e secretário de Infraestrutura, Otto Alencar, disse na audiência que “Feira não pode mais depender de Salvador no setor aeroviário”, observando que essa independência vai trazer mais desenvolvimento à economia da região. Também presente ao encontro, o senador Walter Pinheiro ressaltou a importância do aeroporto citando que “Feira de Santana é o ponto de entrada e saída do Nordeste brasileiro, toda a movimentação de cargas passa por aqui”.

Transporte aéreo regional

A audiência pública foi presidida pelo diretor executivo da Agerba, Eduardo Pessôa, que destacou o esforço do Estado em desenvolver o transporte aéreo regional. Ele assegurou aos proprietários de terras que serão desapropriadas no entorno do aeroporto que “ninguém terá prejuízo na indenização de suas áreas”, e colocou a Ouvidoria da Agerba para acompanhar o processo de desapropriação que será realizado pelo Departamento de Infraestrutura de Transportes da Bahia (Derba).

Durante a audiência pública, que contou também com a presença do prefeito de Feira de Santana, Tarcízio Pimenta, de lideranças políticas da região e de representantes de empresas interessadas na licitação, o líder do governo, deputado Zé Neto, afirmou que “o aeroporto não é só um equipamento, é um objeto de mudança da nossa economia, transporte, turismo e de muitos outros setores”.

O chefe de Gabinete da Seinfra, Marcus Cavalcanti, informou que o investimento de R$ 3 milhões do Estado dará condição ao Aeroporto de Feira de receber aeronaves de pequeno porte, que comportam até 65 passageiros.

O coordenador do Grupo de Trabalho de Desenvolvimento Aeroportuário da Secretaria de Infraestrutura, Denisson de Oliveira, disse que a Seinfra vai trabalhar junto à empresa concessionária no sentido de realizar novas obras que permitam ao aeroporto receber aviões de maior porte.

Fonte: AGERBA

{backbutton}