Agepar autua BR Travessias por falta de informações sobre ferry boat

22

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados do Paraná (Agepar) autuou, na segunda-feira (31), a BR Travessias por não ter encaminhado informações requisitadas sobre a travessia por ferry boat da Baía de Guaratuba, alvo de constantes reclamações dos usuários desde início da operação da empresa na ligação marítima, em abril de 2021.

As informações requeridas tratam da capacidade de transporte e outros detalhes técnicos da operação e das embarcações que fazem a travessia. A empresa tem prazo de quinze dias para apresentação de defesa.

A autuação é desdobramento da investigação iniciada pela Agepar em outubro, após advertência aplicada à empresa e que recolheu dados também junto ao DER-PR e Capitania dos Portos sobre problemas na prestação do serviço.