Agepan prorroga pesquisa para melhoria de transporte turístico

12

A renovação e modernização do Sistema de Transporte  Rodoviário Intermunicipal de Passageiros em Mato Grosso do Sul – Sistema TRIP vai englobar as viagens turísticas, com proposta que ofereça mais qualidade ao transporte dos sul-mato-grossenses e de pessoas do Brasil e do exterior que veem aproveitar os atrativos nos mais diferentes municípios do estado. Para isso, a Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos do MS), em parceria com o Observatório do Turismo de Mato Grosso do Sul (ObservaturMS/Fundtur), está realizando uma coleta de informações sobre o atual cenário, gargalos e demandas do setor. O prazo para participação foi prorrogado até 5 de outubro.

Mais de 500 pessoas já já contribuíram. Quem já viajou ou pretende viajar por Mato Grosso do Sul,  trabalhadores e representantes de empresas do trade turísticos são convidados a contribuir com informações. Clique aqui para participar.

O Observatur já desenvolve regularmente ações para monitorar o desempenho do turismo em Mato Grosso do Sul, por meio de pesquisas, estudos, e a divulgação de indicadores. Nesse novo levantamento, foram inseridas questões que serão fundamentais na construção do Plano Diretor. “É uma parceria importante com a Agepan para identificarmos os gargalos da logística terrestre em Mato Grosso do Sul e propor novas medidas. Esperamos auxiliar a Agência no planejamento futuro para melhorar o atendimento dos principais destinos do estado pelas rotas rodoviárias”, afirma o diretor-presidente da Fundtur, Bruno Wendling.

Além dessa pesquisa, com oportunidade para ampla participação, a Agepan vem promovendo o alinhamento com gestores públicos e agentes do setor turístico, divulgando o levantamento de dados e convidando à contribuição. “Queremos ouvir o viajante, quem já utiliza o serviço ou pode vir a utilizar. E queremos ouvir quem trabalha com esse público. Vamos estudar juntos, com dados técnicos, mapear e definir o melhor modelo, que seja bom para o turista, para os agentes e para o Mato Grosso do Sul como um todo”, destaca o diretor-presidente da Agência, Carlos Alberto de Assis.

A pesquisa está disponível na plataforma Google Forms. A participação é voluntária e as respostas serão importantes para o projeto de inovação e melhoria. O tempo de preenchimento das questões é rápido, entre um e dois minutos.