Agepan aceitará pagamentos via PIX a partir de 1° de agosto

3

Para oferecer agilidade e segurança a empresas e prestadores de serviços dos setores regulados, a Agepan (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos de MS) passará a oferecer, a partir de 1° de agosto, o PIX como opção para o pagamento. Com o novo formato, as empresas poderão optar pelo pagamento das guias também pelo celular, sem a necessidade de se deslocar até a agência ou imprimir guias. A ação foi alinhada em reunião, na última segunda-feira (26/7), com a diretoria do Banco do Brasil.

De acordo com o diretor-presidente da Agepan, Carlos Alberto de Assis, a inovação é resultado de um projeto de modernização da agência que teve início há 90 dias. “Além da redução de tempo e custo, a digitalização de pagamentos representa um enorme avanço e vai facilitar a quitação de débitos inclusive para as empresas que atuam no interior do Estado, que muitas vezes precisavam se deslocar até a capital para negociar valores e emitir guias”, pontua Assis.

O pagamento via PIX tornou-se, em pouco tempo, uma das principais modalidades de transação do País, de acordo com o gerente-geral setor público Ricardo Santa Cruz. “É um formato de pagamento mais fácil e rápido. A digitalização vem transformando as transações de uma forma muito positiva, hoje a gente vê a popularização do PIX, em pouco tempo de existência. Tínhamos, em um passado muito recente, um modelo de pagamento em que demorava pela compensação. Hoje apresentamos um modelo que estará disponível 24 horas por dia, sete dias por semana”, relata.

O PIX é um meio eletrônico e instantâneo de pagamentos e transferências bancárias que foi criado pelo Banco Central do Brasil. Com ele, transações podem ser feitas pelo celular a qualquer hora do dia, basta que o cliente possua uma conta corrente ou poupança. O novo formato será oferecido inicialmente para os serviços de Licença Fretamento, vistorias, licenças de viagens, expedição de certificado, autos de infração, taxa de outorga, serviços cadastrais.

Para Silvana Alves Moreira, representante da Cooperativa de Transporte de Passageiros e Carga Cidade das Águas do Município de Três Lagoas, a Cooper3, o novo formato será muito bem-vindo, especialmente pela dificuldade de acesso às empresas do interior do estado. “O pagamento via PIX vai facilitar, de forma bastante considerável, para a nossa cooperativa, que hoje realiza o pagamento de 3 a 4 guias mensalmente através de boletos que podem ser quitados apenas no Banco do Brasil. Com o Pix, ficará mais rápido, fácil e poderemos realizar o pagamento por qualquer banco”, relata. A Cooper 3 possui uma média de 165 veículos que realizam o transporte de passageiros em Mato Grosso do Sul.