ADASA- Técnicos da UFMG Avaliam Desempenho das Estações de Água e Esgoto do DF

505

Seis dos oito produtos previstos pelo plano de trabalho concebido no convênio ADASA-Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), para a realização de estudos de avaliação de desempenho das estações de tratamento de águas e esgotos no DF já foram entregues. O estudo completo, com investimento de R$ 549.440,00, está previsto para terminar em agosto.

O convênio foi baseado na necessidade de a ADASA avançar em alguns aspectos de atuação da regulação constantes da Política Nacional de Saneamento Básico, que estabelece um rol de tópicos sobre os quais a entidade reguladora deve produzir normas relativas às dimensões técnica, econômica e social da prestação dos serviços que abrangerão os padrões e indicadores de qualidade da prestação dos serviços; requisitos operacionais de manutenção dos sistemas; e avaliação da eficiência e eficácia dos serviços prestados.

Com o projeto, a ADASA espera aumentar a eficácia e eficiência dos serviços prestados pela concessionária Caesb, além de resolver falhas nos sistemas, com a adoção de novas técnicas e manutenção frequente das estações de tratamento de águas e resíduos sólidos, assegurando que os serviços oferecidos sejam de melhor qualidade e a preços razoáveis para a população.

O convênio está agora em fase de discussões com o objetivo de definir os indicadores e as metas a serem perseguidas. Esses indicadores surgirão do estudo que a UFMG já fez das ETAS e ETES do DF, que são os relatórios de avaliação de desempenho entregues pela conveniada.

Fonte: http://www.adasa.df.gov.br