Adasa estabelece critérios para alocação negociada de água em mananciais

Normas estão na Resolução nº 4, publicada nesta terça-feira (21) no Diário Oficial. Medida visa ao abastecimento de todos os usuários das bacias em situação crítica

538

Com o objetivo de garantir o abastecimento hídrico a irrigantes e demais usuários do sistema, a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa) apresentou as diretrizes para a alocação negociada de água.

Resolução nº 4, publicada nesta terça-feira (21) no Diário Oficial do Distrito Federal, estabelece a participação da comunidade na elaboração dos critérios para o uso da água, em especial durante o período de estiagem.

Em anos anteriores, três bacias aplicaram a alocação negociada de água: a do Pipiripau, em Planaltina; a do Extrema, no Paranoá; e a do Descoberto, em Brazlândia. A medida define a quantidade retirada dos cursos hídricos e o período de captação para a atividade econômica.

Continue lendo em: https://goo.gl/qNl91E.