ADASA capacita professores em Gestão Sustentável de Recursos Hídricos e Resíduos Sólidos

594

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (Adasa) inicia nesta terça-feira (26) curso de capacitação de gestão de recursos hídricos e resíduos sólidos destinado a professores e profissionais da educação da rede pública. O treinamento faz parte da segunda edição do programa de formação para professores da Secretaria de Estado de Educação do DF (SEDF) em educação ambiental.

O programa, que tem como objetivo mobilizar a rede pública de educação para a necessidade de cuidado e uso sustentável dos recursos hídricos e gestão dos resíduos sólidos, deve funcionar como plataforma para lançar discussões referentes às questões da água e meio ambiente na educação básica. As ações estão sendo realizadas desde 2016 e seguirão até 2018, como preparo para o 8º Fórum Mundial da Água, que será realizado em Brasília no ano que vem, de 18 a 23 de março.

A intenção é que esses educadores levem aos estudantes o que foi aprendido na capacitação. A crise hídrica por que o DF passa e a proximidade como o 8º Fórum intensificam a necessidade de propagar a educação ambiental. O programa conta com a colaboração da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) e do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), além da Adasa e da SEDF.

Essa primeira reunião focará em esclarecer as funções da Adasa, incluindo o âmbito legal e as publicações normativas da Agência, além de apresentar o Projeto Adasa na Escola e as ações do Projeto Sala de Leitura, que terá atividade prática com os educadores.

A programação do módulo da Adasa segue até o final de outubro em cinco reuniões e, neste período, os profissionais de educação entenderão sobre ciclo do saneamento, gestão de resíduos sólidos, recursos hídricos e preservação das bacias. Serão 120 horas/aula. O último encontro será uma visita à bacia do Descoberto.

O curso começará às 8h30, no Auditório Humberto Ludovico, na sede da Adasa, na antiga rodoferroviária.