ADASA autoriza aumento de vazão para a Caesb e amplia captação de água para irrigantes

418

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (ADASA) aprovou Resolução que autoriza a Caesb a aumentar a vazão média mensal captada do reservatório do Descoberto para 3,3 metros cúbicos por segundo, e a captação diária dos irrigantes na mesma bacia das 6 às 9 horas da manhã. Pela Resolução anterior, a CAESB estava autorizada a captar 3,1 metros cúbicos por segundo, e os irrigantes, autorizados a captar no mesmo horário, porém em dias alternados.

A decisão levou em consideração o aumento do volume útil dos dois reservatórios (Descoberto e Santa Maria). De fato, em meados de fevereiro, o Descoberto apresentava volume útil na ordem de 54%, e o Santa Maria, 40%.

A partir dessa análise, as curvas de referência adotadas para o acompanhamento dos reservatórios foram atualizadas para o ano de 2018, considerando-se o volume de 800 milímetros de chuva esperado entre março e dezembro, na bacia hidrográfica do Descoberto, e de 670 mm para a do Santa Maria. Com isso, a expectativa é que, no final do ano, o volume útil do Descoberto esteja em 37% e o do Santa Maria, 29%.

A Curva de Acompanhamento dos reservatórios foi elaborada a partir do estudo de cenários feito pela ADASA, com a participação da Caesb e da Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri). A avaliação é feita com base nos níveis do reservatório, cuja alteração se dá em razão da situação climática, das entradas de água trazidas pelos afluentes; e das saídas, oriundas do consumo pela população, do consumo dos agricultores (na bacia do Descoberto) e da evaporação.

Veja a publicação da resolução nas páginas 11 e 12 do Diário Oficial do Distrito Federal aqui.