Acertar para Prestadores: inscrições prorrogadas até 15 de outubro

82

Segunda e última turma do ano promete preparar os operadores de serviços públicos de saneamento para obter as melhores notas de certificação, com base na Metodologia Acertar.

A ABAR (Associação Brasileira de Agências de Regulação) prorrogou para 15 de outubro o prazo de inscrição para a segunda turma do curso “Metodologia Acertar para Prestadores – Melhores Práticas de Gestão de Informações”. A segunda turma será a última disponível este ano, a próxima está prevista apenas para 2022.

O curso é destinado a operadores de serviços públicos de água e esgoto, consultores de companhias de saneamento, pesquisadores, servidores de agências reguladoras e tribunais de contas que atuem em saneamento. Seu conteúdo está alinhado ao novo marco legal do saneamento, à Agenda Regulatória da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e às normas de referência em elaboração para o setor.

A inscrição proporciona acesso imediato ao conteúdo, especialmente desenvolvido com foco nas melhores práticas da atualidade em gestão de informação em saneamento básico. O material é disponibilizado  online por meio da Plataforma ABAR de Ensino a Distância (ABAR/EAD) e poderá ser consultado pelo período de um ano a partir do encerramento das inscrições. Associados à ABES (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental) têm 30% de desconto.

OBJETIVO É MELHORAR CERTIFICAÇÃO DE OPERADORES

O programa do curso foi desenvolvido com base no Guia de Melhores Práticas da Metodologia Acertar, método de certificação padronizado pelo Governo Federal para que as agências reguladoras verifiquem a confiabilidade das informações utilizadas na definição de tarifas e indicadores de qualidade do serviço, relacionadas ao Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS).

Com o objetivo de preparar os prestadores de serviço para que obtenham a melhor nota de certificação, o conteúdo consiste em 123 videoaulas, curtas e objetivas, e mais 14 horas de materiais complementares e quatro horas de webinars ao vivo.

O economista Samuel Barbi (Arsae-MG), Coordenador do Grupo de Indicadores da Câmara Técnica de Saneamento (CTSan) da ABAR, e a engenheira ambiental Luíza Kaschny Borges Burgardt (Aresc), Coordenadora do Grupo de Proteção de Mananciais da CTSan, são os idealizadores e instrutores do curso.

Saiba mais e inscreva-se aqui

Ouça o podcast com os instrutores