Abertas as inscrições para segunda turma do curso Acertar para Prestadores

108

Interessados podem garantir sua vaga até 1/10, com acesso imediato ao conteúdo por meio da Plataforma ABAR/EAD. Inscrições até 15/9 têm 10% de desconto.

A ABAR (Associação Brasileira de Agências de Regulação) está lançando a segunda turma do curso “Metodologia Acertar para Prestadores – Melhores Práticas de Gestão de Informações”. Assim como a primeira a turma, iniciada em junho deste ano, os alunos da turma 2 terão acesso ao conteúdo online por meio da Plataforma ABAR de Ensino a Distância (ABAR/EAD).

As inscrições vão até o dia 1o. de outubro, com desconto especial de 10% para quem confirmar a matrícula até 15 de setembro. Associados à ABES (Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental) têm direito a 30% de desconto. A confirmação dá acesso imediato ao conteúdo, que ficará disponível para consultas pelo período de um ano após o encerramento das inscrições.

PÚBLICO-ALVO E CONTEÚDO

O curso é destinado a operadores de serviços públicos de água e esgoto, consultores de companhias de saneamento, pesquisadores, servidores de agências reguladoras e tribunais de contas que atuem em saneamento. A proposta do curso é oferecer informação de qualidade aos prestadores de serviço, de forma a contribuir com o aperfeiçoamento da gestão no setor.

A carga horária total de oito horas é dividida em 123 videoaulas curtas e objetivas. Estão previstos ainda quatro horas de webinars ao vivo, com temática operacional e econômico-financeira, e mais 14 horas de conteúdos complementares. A metodologia inclui interação com os instrutores, via e-mail, para solucionar dúvidas.

Seu conteúdo é baseado no Guia de Melhores Práticas da Metodologia Acertar, o método de certificação padronizado pelo Governo Federal por meio do qual as agências reguladoras verificam a confiabilidade das informações utilizadas na definição de tarifas e indicadores de qualidade do serviço prestado, relacionadas ao Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS).

Está alinhado ao contexto do novo marco legal do saneamento, da Agenda Regulatória da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e das normas de referência em elaboração para o setor, que exigirão adaptações tanto por parte de entes reguladores quanto de prestadores de serviço.

Ao longo das aulas, são apresentadas as melhores práticas da atualidade em gestão de informação em saneamento básico. A proposta é preparar os prestadores de serviço regulados para que obtenham a melhor nota de certificação. Os participantes estarão em condições de implementar controles e procedimentos da atualidade que garantam informações confiáveis.

Foto: MDR

ÚLTIMA CHANCE ESTE ANO

“Possivelmente só abriremos nova oportunidade no ano que vem, e as certificações já estão ocorrendo pelo País”, afirma o economista Samuel Barbi, gerente de Informações Econômicas da Arsae-MG e Coordenador do Grupo de Indicadores da Câmara Técnica de Saneamento da ABAR. Ele é um dos instrutores do curso, ao lado da engenheira ambiental Luíza Kaschny Borges Burgardt, gerente de Fiscalização de Saneamento Básico, Recursos Hídricos e Recursos Minerais da Aresc-SC e Coordenadora do Grupo de Proteção de Mananciais da Câmara Técnica de Saneamento da ABAR.

Samuel Barbi lembra que o 1º ciclo de certificações nacionais junto ao Ministério de Desenvolvimento Regional será encerrado em 31/12/2021. “É importante que os prestadores se preparem o quanto antes, pois no ano que vem (2022 – 2º Ciclo) as auditorias vão apresentar notas de certificação. Ainda há tempo hábil para compreender as fragilidades e trabalhar em aprimoramentos para um melhor posicionamento do prestador nessas avaliações”, ressalta.

Saiba mais e inscreva-se aqui

Ouça aqui o podcast com os instrutores