ABAR reúne nova Diretoria em Brasília para debater Plano de Ações

384
Primeira reunião da nova Diretoria da ABAR é presidida por Vinícius Benevides, em Brasília. Fotos: Paulo Negreiros/ABAR

A nova Diretoria da ABAR (Associação Brasileira de Agências de Regulação), eleita no final de abril, reuniu-se pela primeira vez na quinta-feira (19), na sede da entidade, em Brasília, sob a presidência de Vinícius Benevides, para discutir os planos para o biênio 2022-2024. Na ocasião, também foi iniciado o debate sobre os preparativos para o XIII Congresso Brasileiro de Regulação e 7ª ExpoABAR, em 2023, e foram definidos os coordenadores das Câmaras Técnicas da ABAR.

Participaram da reunião, presencialmente, 13 integrantes do colegiado atual e dois ex-diretores convidados. Além do presidente Vinícius Benevides (Adasa), que também exerce o cargo de VP Centro-Oeste da ABAR, o encontro contou com as presenças dos VPs Nordeste, Fernando Franco (Arce); Sudeste, Joaquim Matias (Arsesp); e Sul, Adir Faccio (Aris-SC).

Quatro diretores da entidade, todos presentes, foram reconduzidos como coordenadores de Câmaras Técnicas: Luiz Afonso Senna (Agergs), na CT de Transportes e Logística (CTTrans); Kátia Muniz Côco (Arsp-ES), na CT de Saneamento, Recursos Hídricos e Saúde (CTSan); Dalto Favero Brochi (Ares-PCJ), na CT de Assuntos Jurídicos e Institucionais, Governança e Controle Social (CTJI-GCS); e Vladimir Macedo (Agenersa), na CT de Petróleo e Gás (CTGás).

Também participaram da reunião os diretores Severino Monteiro (Arpe) e Alessandro Oliveira (Arsec-MT) e os integrantes do Conselho Fiscal Marcelo Nunes de Oliveira (AGR-GO), Milton Persoli (Artesp) e Eliana Uchôa (Arbel-PA). Como convidados, estiveram presentes os ex-diretores Fred Maranhão (Arpe) e Daniela Janaína Miranda (Agepar).

O presidente da ABAR, Vinícius Benevides, durante reunião da diretoria na sede da entidade

ARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL, PLANO E CONGRESSO

O presidente da ABAR abriu a reunião informando os demais sobre as reuniões que tem mantido com autoridades federais com o objetivo de apresentar a nova diretoria e fortalecer os laços institucionais da ABAR. Entre essas autoridades, Vinícius Benevides citou o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Aroldo Cedraz, com quem manteve um encontro na manhã da mesma quinta-feira (19).

Em seguida, Vinícius apresentou uma proposta preliminar do Plano de Ações da ABAR para o biênio 2022-2024, para o qual foi eleito. A proposta preliminar foi aprovada, e sugestões recebidas de várias agências reguladoras associadas serão analisadas. A versão final deve ser submetida à Diretoria na próxima reunião.

Benevides em encontro com ministro Aroldo Cedraz, do TCU

O segundo ponto da pauta tratou das Câmaras Técnicas da ABAR, com a recondução, pela diretoria, dos coordenadores que já vinham exercendo a função na gestão passada. A CTEnergia, instalada recentemente sob a coordenação da Aneel, será interinamente coordenada pelo presidente Vinícius Benevides até que o novo Coordenador seja designado.

O próximo Congresso  da ABAR, que acontecerá em 2023, foi o terceiro e último ponto de pauta. Os diretores iniciaram a discussão sobre o evento, que até o início do próximo semestre deverá ter definidos tema, data e local de realização, para que sejam iniciados os seus preparativos.